Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 7, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Torneios de ténis, em Idanha-a-Nova, juntam 100 atletas de 16 países

Torneios de ténis, em Idanha-a-Nova, juntam 100 atletas de 16 países
José Lagiosa

O VI Circuito Internacional de Ténis de Idanha-a-Nova terminou no passado domingo, 30 de julho.

Foi a segunda de duas semanas a contar para o Circuito Profissional de Ténis da Federação Internacional de Ténis.

Durante estes dias, marcaram presença em Idanha-a-Nova 98 atletas, provenientes de 16 países, sendo de destacar as representações de Portugal (40 atletas); Espanha (20); França (10); Brasil, Grã-Bretanha e Estados Unidos da América, cada um representado com 5 atletas. Competiram ainda tenistas da Austrália, Itália, Turquia, Colômbia, Croácia, Índia, Japão, Mónaco, Roménia e Eslovénia.

A final de pares realizou-se no sábado à tarde.

A dupla proveniente da Turquia formada pelos primeiros cabeças de série, Altug Celikbilek e Anil Yuksel, defrontou a dupla anglo-francesa, quartos cabeças de série, composta pelo inglês Jonathan Gray e pelo francês Clement Larriere.

Os turcos saíram vencedores, pelos parciais 7-5 e 6-2.

Na manhã de domingo, teve lugar a final de singulares que opôs o segundo cabeça de série, o espanhol Andres Artunedo Martinavarr e o português, oitavo cabeça de série, Nuno Borges.

Ambos deram o seu melhor em intensa disputa, com o primeiro set a decidir-se apenas no tie-break. No final, sagrou-se vencedor o português Nuno Borges, natural da Maia, de 20 anos, pelos parciais 7-6 e 6-4.

Assim culminaram mais de duas semanas de ténis de alta qualidade por terras de Idanha, que além de trazer ténis de alto nível permitiu ainda a dinamização da economia local.

Estas duas edições do Circuito Internacional de Ténis de Idanha-a-Nova foram uma organização do Clube de Ténis de Idanha-a-Nova em parceria com o Município de Idanha-a-Nova e Federação Portuguesa de Ténis.

 

Comentar