Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Abril 10, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Vicente Garcia de Mateos tem a camisola verde mas quer a amarela

Vicente Garcia de Mateos tem a camisola verde mas quer a amarela
José Lagiosa

“Alma louletana” é quarto da geral a 34 segundos

Pelo segundo dia consecutivo, o espanhol Vicente Garcia de Mateos, o “ponta de lança” do Louletano – Hospital de Loulé – Fibralgarve na Volta a Portugal em Bicicleta, passou o risco de meta na segunda posição.

Desta vez foi em Fafe e no dia anterior tinha sido em Viana do Castelo.

Apesar de não ganhar a sexta etapa, Mateos bonificou e chegou à quarta posição da geral estando agora a apenas 34 segundos da liderança da Volta.

Estes resultados fazem aumentar, ainda mais, as expectativas algarvias porque desde o início que a equipa de Loulé afirma que está em prova para chegar à camisola amarela.

Cansado mas optimista no final da primeira fase da volta e à entrada do dia de descanso, Vicente Garcia de Mateos lamenta apenas a marcação cerrada que a equipa do FC Porto lhe está a fazer. “Parece que não me deixam ganhar, parece que têm um pouco de medo e não querem que ganhe”.

Independentemente de alguma frustração na voz, o espanhol, assim como toda a equipa dirigida por Jorge Piedade, continua a acreditar no sonho amarelo.

“Está a faltar-nos uma vitória na etapa, estamos a lutar por isso, vamos ver se aparece. Estamos a lutar e acredito que é possível. Agora é tempo de descansar, continuamos a lutar pela classificação geral e precisamos de ver como é que as pernas ficam depois do dia de descanso. Acho que a Volta a Portugal se vai decidir no contrarrelógio”, concluiu Vicente Garcia de Mateos.

Comentar