Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 10, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Júlio Mendes acredita que Vitória está “a crescer” e vai à Turquia tentar ganhar

Júlio Mendes acredita que Vitória está “a crescer” e vai à Turquia tentar ganhar
José Lagiosa

O presidente do Vitória de Guimarães afirmou hoje que a equipa está em crescendo e deseja os três pontos na casa dos turcos do Konyaspor, quinta-feira, na segunda jornada do Grupo I da Liga Europa de futebol.

Júlio Mendes realçou que a equipa vimaranense mantém “intocáveis as ambições” de se apurar para os 16avos de final da prova, após o empate caseiro frente aos austríacos do Salzburgo (1-1), na primeira ronda, e quer vencer na Turquia para reforçar a fase ascendente que, a seu ver, atravessa.

“Tivemos um empate que deixa tudo em aberto. Partimos com a ambição com que começámos e com a convicção que temos uma equipa claramente a crescer jogo após jogo. Portanto, vamos lá para disputar os pontos que estão em jogo”, disse, no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, antes da partida da equipa para a Turquia, que ocorreu às 13:50.

O presidente vitoriano acrescentou que é “importante amealhar todos os pontos possíveis em todas as partidas”, rejeitando que este encontro assuma contornos mais decisivos por anteceder o duplo confronto com o Marselha, de França, que lidera o Grupo I com três pontos, até por considerar a ‘poule’ equilibrada.

“Vamos ter pontos muito divididos entre todos, e, nessa perspetiva, todos os jogos vão ser importantes”, esclareceu.

Apesar de considerar que o Vitória tem um “bom plantel”, que não teme “equipa nenhuma”, Júlio Mendes admitiu que o emblema luso não é “favorito”, nem para o jogo, nem para seguir em frente, sublinhando que os “clubes portugueses cada vez mais têm dificuldades em ser os favoritos”.

O responsável disse ainda que os vitorianos estão “tranquilos” com a eventual substituição de Douglas, que falhou a viagem devido a lesão, por Miguel Silva na baliza, vincando que o guardião, de 22 anos, é um “jovem” da formação do clube com “muito potencial”.

O Vitória de Guimarães tornou-se, no jogo frente ao Salzburgo, no primeiro clube luso a alinhar nas provas europeias sem europeus no ‘onze’, mas o presidente do clube defendeu que o facto foi “uma coincidência de opções técnicas”, notando que o clube quase “preencheu” o grupo de jogadores “formados localmente” na lista de inscritos para a Liga Europa.

Júlio Mendes recusou ainda comentar o recurso apresentado pelo Marítimo na sequência das expulsões do vitoriano Jubal e do madeirense Zainadine na jornada anterior, por alegada troca de insultos entre os dois centrais, apesar de ter dito compreender a posição do presidente do Marítimo, Carlos Pereira.

Questionado sobre a Assembleia-Geral da Liga de segunda-feira, que levou ao rumor da demissão do presidente, Pedro Proença, depois não confirmada, o dirigente respondeu que não esteve presente e que não estava a par da situação, tendo apenas sido informado da intenção de Proença “colocar o lugar à disposição” por “via de alterações estatutárias”.

*Lusa / Foto: guimaraesdigital.com

Comentar