Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 7, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Rei Vamba e Casqueiro promovem tradições de Idanha-a-Velha

Rei Vamba e Casqueiro promovem tradições de Idanha-a-Velha
José Lagiosa

A Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha viveu um fim de semana de história, lendas e tradições, com a animação e originalidade do evento “Nas Terras do Rei Vamba… Há Casqueiro!”.

Entre os inúmeros visitantes, portugueses e estrangeiros, o Rei Vamba retornou por dois dias à antiga Egitânia, onde reza a história terá nascido no século VII.

O lendário rei dos visigodos associou-se, pela primeira vez, à celebração anual do pão Casqueiro, um dos produtos mais emblemáticos da região.

“Este evento é uma viagem pela história de Idanha-a-Velha, cujo património remonta aos períodos romano, suevo, visigótico, árabe, templário, até aos nossos dias”, realçou na abertura Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

O autarca sublinhou a importância dos eventos culturais. “São fundamentais para a valorização das nossas terras e das nossas tradições, e com isso, dinamizam a economia local, criam riqueza e emprego”, afirmou.

A iniciativa inseriu-se no ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”, promovido pelas Aldeias Históricas de Portugal e foi organizada em parceria com o Município de Idanha-a-Nova, União de Freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha e LAFIV – Liga dos Amigos da Freguesia de Idanha-a-Velha.

Para Paulo Monteiro, presidente da União de Freguesias, “mais do que uma festa, este é um excelente investimento nas nossas empresas, nas nossas populações e tradições”.

A mesma opinião foi partilhada pelo presidente da LAFIV, João Rolo, para quem Idanha-a-Velha é “uma terra cheia de história que pode ser visitada durante todo o ano”.

Com animação de rua, concertos, workshops, mercado de produtos tradicionais e artesanato, o evento atraiu muitos visitantes.

Comentar