Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 21, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

BE condena “volte face” do PS mas vota a favor para “honrar a palavra”

BE condena “volte face” do PS mas vota a favor para “honrar a palavra”
José Lagiosa

A deputada do BE Mariana Mortágua condenou hoje o “volte face” e a “deslealdade” do PS quanto à contribuição sobre as renováveis, acusando os socialistas de cederem perante o “poder das elétricas”.

Na sua intervenção de encerramento do debate do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), a líder parlamentar do BE (em substituição de Pedro Filipe Soares) justificou depois o voto favorável do partido afirmando que o Bloco de Esquerda negociou com seriedade e não voltaria atrás na decisão anteriormente anunciada porque, para o BE, “palavra dada é mesmo palavra honrada”.

“Não nos queixamos apenas da deslealdade de ter rasgado o compromisso com o Bloco, o que já não seria pouco, porque a lealdade parlamentar baseia-se na palavra dada. Queixamo-nos da oportunidade que o país perdeu”, afirmou.

A deputada referia-se à rejeição, hoje em plenário, com os votos contra do PS, de uma proposta do BE para criar uma “contribuição solidária” a incidir sobre as elétricas, que tinha merecido o voto favorável do PS na sexta-feira passada.

“O que fica hoje à vista é que o Partido Socialista preferiu amarrar-se aos mesmos setores que foram protegidos durante anos nos seus governos anteriores”, acusou.

A deputada defendeu que “nada justifica o volte face do Partido Socialista a não ser a subserviência de sempre ao poder das elétricas” e sublinhou que as “rendas excessivas são o reflexo de uma economia refém dos interesses de uns poucos”.

*Lusa

Comentar