Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Julho 15, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Covilhã vai ter “Natal com Arte”

Covilhã vai ter “Natal com Arte”
José Lagiosa

A vereadora com o pelouro da Cultura na Câmara Municipal da Covilhã, Regina Gouveia, desvendou parte das realizações que o município vai levar a cabo no Natal de 2017.

“Natal com Arte” é a designação do vasto conjunto de atividades que estão a ser preparadas para a época de Natal na Covilhã e foram apresentadas pela autarca na reunião pública do executivo municipal, no dia 17 de dezembro.

Segundo Regina Gouveia, a programação natalícia “vai ligar vários eventos, envolvendo escolas, associações, empresas” e procurando “atrair as famílias”.

O centro da cidade e a zona histórica serão “o ponto de partida e de encontro onde se polarizam diálogos, vivenciando com alegria esta época festiva e continuando assim a reabilitação desta zona da cidade, que é uma prioridade para o presidente Vítor Pereira”.

Prometendo um programa completo do “Natal com Arte” para os próximos dias, a vereadora foi já avançando que esta iniciativa se estenderá de 1 de dezembro a 7 de janeiro, incluirá um Mercadinho de Natal e o Cantinho da Lã, “local onde se poderá encontrar produtos de lã e de burel, para valorizar esta arte tão ligada à nossa identidade”, entre vários outros espaços e eventos a anunciar em breve.

A abertura destas festividades está marcada para o dia 1 de dezembro, com música na varanda dos Paços do Concelho, um bolo-rei gigante, que terá entre 50 a 75 metros de comprimento e crianças a cantar o Natal, entre outras surpresas.

A vereadora da Cultura diz que a aposta será feita “nos nossos artistas, nos nossos talentos, potenciando e valorizando aquilo que se faz na Arte da Covilhã”. O objetivo primordial do “Natal com Arte” é “oferecer um Natal com que todos se identifiquem, que proporcione alegria e fruição de Arte”.

“Na arte deste Natal está em primeiro lugar a arte de dar e receber. É este o motor do nosso Natal”, concluiu Regina Gouveia.

 

 

 

 

 

 

Comentar