Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Projeto PerSoParAge do IPCB inicia trabalhos

Projeto PerSoParAge do IPCB inicia trabalhos
José Lagiosa

A Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo foi palco da primeira reunião de trabalho do Projeto PerSoParAge (Recursos pessoais e sociais para a autonomia e participação social numa sociedade envelhecida).

Este projeto surge como resultado de uma candidatura do Instituto Politécnico de Castelo Branco ao Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT)/2016 o qual previa candidaturas, a projetos de investigação, de consórcios de Institutos Politécnicos.

Fazem parte deste projeto os Politécnicos de Bragança, de Portalegre e da Guarda e ainda as Câmaras Municipais de Castelo Branco e Idanha-a-Nova.

O Projeto PerSoParAge tem por objetivo principal desenvolver propostas e ferramentas de análise e intervenção que respondam aos desafios das regiões envelhecidas do interior de Portugal, partindo de uma avaliação do território, que será realizada em concelhos rurais e urbanos dos distritos de Castelo Branco, Guarda e Portalegre.

Incorpora também o desenvolvimento de ferramentas baseadas em Sistemas de Informação Geográfica que permitam uma análise dos recursos e sua adequação às necessidades das populações e municípios.

Tem ainda uma componente de avaliação do conhecimento, utilização e potencial das Tecnologias de Informação e Comunicação pelas pessoas mais velhas das regiões estudadas.

Espera-se com este projeto contribuir para o desenvolvimento de ações e políticas locais que promovam a autonomia e a participação das pessoas idosas nas suas comunidades.

O projeto, que terá uma duração de 18 meses, é coordenado pela professora Maria João Guardado Moreira da Escola Superior de Educação do IPCB, envolvendo ainda outros docentes da instituição, nomeadamente da Escola Superior de Educação, Henrique Gil; da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, Vitor Pinheira e Eugénia Grilo e da Escola Superior Agrária, Fernando Leite Pereira e José Massano Monteiro.

O orçamento total é de 149.849 euros, repartido entre as instituições envolvidas, comparticipado a 85%, cabendo ao IPCB um valor de 92.417 euros.

O projeto prevê a contratação de alguns bolseiros para o desenvolvimento dos trabalhos de campo e o envolvimento de alunos de todos os Politécnicos copromotores, quer de licenciaturas quer de mestrados, no âmbito de unidades curriculares da sua formação, contribuindo desta forma para o reforço da ligação entre o ensino e a investigação aplicada.

 

Comentar