11.4 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Setembro 28, 2020
No menu items!
Início Nacional Ponto de Vista... por António Mateus Dias

Ponto de Vista… por António Mateus Dias

Congresso para preparar o futuro

É já este sábado dia 20 de Janeiro, que o PURP – Partido Unido dos Reformados e Pensionistas, por ser um partido ainda jovem, vai efetuar o seu 2º Congresso Ordinário.

António Mateus Dias

Com 2 eleições à vista no próximo ano é a altura ideal para os filiados do PURP, partido defensor de causas e do bem comum, discutirem e escolherem o melhor para todos.

Passa por afinar as novas propostas políticas que o PURP deve defender no futuro e não serão poucas, visto Portugal desde Abril que tem tido sido gerido por uma partidarite que tem desbaratado o país a qualquer preço, está o estado instituições, sindicatos e coletividades, minadas pelas suas garras, que as tem atrofiado e controlado.

Temos uma classe política cheia de privilégios e mordomias que urge acabar de imediato, para não termos portugueses de primeira e de segunda.

O PURP tem uma visão diferente de gestão do país, que a sociedade quer ver alterada o mais rápido possível.

Algumas das muitas áreas que precisam de políticas novas a curto e a médio prazo: A Saúde está doente, precisa de ser tratada, com a formação de mais médicos, enfermeiros, técnicos de saúde, material, equipamentos e mais descentralização, quem mais sofre com estes problemas são os idosos e desprotegidos. A Justiça, precisa de levar uma grande volta com leis eficazes de combate à corrupção, compadrio e não com pactos que não funcionam, mais meios para a investigação, tornando-a mais eficaz, rápida e de fácil acesso para todos. A Educação, melhores equipamentos o regresso dos cursos técnicos (comerciais e industriais), melhor mobilidade dos professores. As Comunicações (rede viária) necessitam de nova expansão principalmente no Interior, como novas auto-estradas (IP3) conclusões de estradas já começadas (IC6) e (IC31) ainda em estudo, assim como outras ainda em falta. A Agricultura e a Industria precisam de ser reativadas, com novos investimentos e apoios, principalmente no interior. A Segurança e a Proteção Civil precisam de dispor de mais meios em todas as suas vertentes de comando, de combate e de prevenção. A Administração Pública, (depois de tudo vendido) menos estado e melhor qualidade na regulação, fiscalização e prevenção na gestão dos bens públicos. Assembleia da República, redução para mínimo de deputados (180) previsto na Constituição, alteração da lei eleitoral do método da representação do número de deputados. A Revisão do Financiamento Partidário, com uma redução no financiamento público, fim das isenções do IMI e IVA, assim como todos os privilégios e mordomias dos políticos.

Com o PURP para todos vivermos uma vida melhor!

*António Mateus Dias, secretário-geral do PURP

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Festas de Natal e Fim do Ano na Madeira vão acontecer com adaptações

O secretário do Turismo da Madeira afirmou hoje que os concursos para as tradicionais festas de Natal e Fim de Ano na...

21 x 365 = 7665 Dias Alma Azul – Bem Hajam

Professor Joaquim Martins Há pessoas que nos marcam para sempre; ou porque partilhámos Leituras e momentos felizes; ou...

Paulo Bento substitui Santana Lopes na liderança do partido Aliança

O antigo vereador da câmara de Torres Vedras Paulo Bento substitui hoje Pedro Santana Lopes como presidente do partido Aliança após a...

TOOLTO lança Solutioneer, nova plataforma para regularização de sinistros

A TOOLTO – Super Assistência, start-up portuguesa da área dos serviços de mobilidade e Insurtech, acaba de lançar a nova plataforma Solutioneer, que acelera...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: