21.7 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Setembro 25, 2020
No menu items!
Início Nacional MP está a analisar todas as possibilidades legais de intervenção no caso...

MP está a analisar todas as possibilidades legais de intervenção no caso do ‘Supernanny’

O Ministério Público está a acompanhar a situação e a analisar todas as possibilidades legais de intervenção no caso do programa da SIC ‘Supernanny’, esclareceu esta sexta-feira a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Numa resposta enviada à Lusa, a PGR diz que “no que respeita ao programa já emitido, existindo um processo de promoção de proteção a favor da criança na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, o Ministério Público acompanha a atividade daquela comissão”, nos termos da lei de Proteção de Crianças e Jovens em Perigo.

Segundo noticiou o Expresso, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Loures quer que a emissora retire do ar todas as imagens que expõem a criança retratada no primeiro programa ‘Supernanny’ e, em articulação com o Ministério Público, deu 48 horas às SIC para o fazer.
Caso contrário, escreve o Expresso, a SIC “poderá ser acusada do crime de desobediência”.

A SIC começou a emitir no domingo o programa ‘Supernanny’, em que uma psicóloga clínica se desloca a casa de uma família para ajudar os pais a controlar a rebeldia dos filhos.

O programa ficou envolto em polémica logo após a transmissão do primeiro episódio, com a Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) a defender que existia “um elevado risco” de “violar os direitos das crianças”, nomeadamente o direito à reserva da vida privada.

Num comunicado emitido na segunda-feira, a CNPDPCJ considerou ainda que o conteúdo do programa é “manifestamente contrário ao superior interesse da criança, podendo produzir efeitos nefastos na sua personalidade, imediatos e a prazo”.

No âmbito das suas atribuições, e tendo em conta os conteúdos pré-anunciados do programa e queixas remetidas à comissão, a CNPDPCJ manifestou junto da estação de televisão SIC a sua “preocupação face a este tipo de formato e conteúdos solicitando uma intervenção com vista à salvaguarda do superior interesse da criança”.

Remeteu igualmente para a Entidade Reguladora da Comunicação Social o pedido de análise do conteúdo do programa, além de ter encaminhado para a CPCJ com competência territorial a situação concreta transmitida no domingo pela SIC para “avaliação e acompanhamento do caso”.
Foi no âmbito deste processo que surgiu a decisão de dar 48 à SIC para retirar do ar todas as imagens que expõem a criança retratada no primeiro programa.

Entretanto, segundo a edição desta sexta-feira o “Jornal de Notícias”, a família duas crianças que a SIC anunciou como protagonistas do segundo programa ‘Supernanny’ contactou a CNPDPCJ para pedir ajuda sobre como evitar a transmissão do episódio.

*Lusa

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Presidente do Fórum da Energia e Clima diz que coronavírus resulta de agressão à natureza

O presidente do Fórum da Energia e Clima considerou hoje que o coronavírus se junta às centenas de doenças novas que surgiram...

Zona histórica de Castelo Branco ganha estatuto de “zona de coexistência” na Semana Europeia da Mobilidade

Ruas encerradas ao trânsito, sinalética com regras especiais de mobilidade eatividades de motivação para o uso de bicicletas.

Jornadas do Património decorrem entre hoje e domingo com mais de 800 atividades

As Jornadas Europeias do Património (JEP) realizam-se entre hoje e domingo sob o tema "Património e Educação", com mais de 800 propostas...

Retomados os transportes diários que ligam Oleiros a Castelo Branco

A ligação rodoviária entre Oleiros e Castelo Branco que foi interrompida devido à pandemia de COVID-19 e retomada parcialmente no dia 6...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: