Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Agosto 25, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Análises confirmam que carga poluente no Tejo teve origem na indústria da pasta de papel, diz APA

Análises confirmam que carga poluente no Tejo teve origem na indústria da pasta de papel, diz APA
José Lagiosa

O presidente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) revelou hoje que a carga poluente que afetou o rio Tejo na zona de Abrantes, a 24 de janeiro, teve origem nas descargas da indústria da pasta de papel.

O que estamos aqui a referir é que, com base nestas análises efetuadas, e na monitorização e acompanhamento efetuados, se confirma que o acumular da carga orgânica nestas localizações do rio, com origem nas indústrias de pasta de papel localizadas a montante, tem um impacto negativo e significativo na qualidade da água no rio Tejo”, afirmou Nuno Lacasta.

O dirigente da APA, que falava na sede do organismo, no Zambujal, concelho da Amadora, explicou que a elevada concentração de carga orgânica resultou de uma conjugação de fatores, mas que na próxima semana será avaliada a medida de redução de descargas, determinada pelo Ministério do Ambiente, da fábrica da Celtejo.

*Lusa / Foto: © DR

Comentar