Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 23, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Plano de apoio aos sem-abrigo contra frio ativado às 19:00 de segunda-feira em Lisboa

Plano de apoio aos sem-abrigo contra frio ativado às 19:00 de segunda-feira em Lisboa
José Lagiosa

O plano de contingência da Câmara de Lisboa para proteger os sem-abrigo do frio será ativado na segunda-feira às 19:00, prevendo a abertura de locais de apoio e a distribuição de comida e agasalhos, anunciou hoje a autarquia.

Em declarações à agência Lusa, fonte oficial do município lisboeta informou que este plano “vai ser acionado amanhã [segunda-feira] a partir das 19:00”.

No sábado, a autarquia já tinha admitido esta possibilidade, vincando que estava tudo pronto para que tal acontecesse, e remeteu a decisão para hoje após uma reunião de reavaliação.

A partir das 19:00 de segunda-feira, a Câmara de Lisboa vai abrir o Pavilhão Municipal Manuel Castelbranco, na zona dos Sapadores, freguesia de São Vicente, disponibilizando assim espaços de higiene, comida e agasalhos para os sem-abrigo.

Nos últimos anos, esta estrutura do plano de contingência costumava estar montada no Pavilhão Municipal Casal Vistoso.
Além deste apoio, as equipas de rua da cidade vão distribuir comida quente e agasalhos por equipas de rua.

Também algumas estações do Metropolitano de Lisboa estarão abertas durante a noite para acolher esta população, mas só serão anunciadas na segunda-feira, quando o município divulgar “as medidas logísticas inerentes” ao plano, referiu a fonte oficial da autarquia.

As equipas de rua estão já avisar os sem-abrigo sobre os locais onde se podem dirigir e os apoios que podem ter nos próximos dias, em que as temperaturas estarão mais baixas.

Acresce que, “durante a semana, os centros de acolhimento já estavam a abrir mais cedo”, ressalvou a fonte municipal, aludindo ao reforço das medidas de apoio às pessoas em situação de sem-abrigo previsto para quando as condições meteorológicas ainda não são suficientes para ativar o plano de contingência.

Este reforço tinha sido anunciado no início de janeiro pelo vereador dos Direitos Sociais, Ricardo Robles.

Comentar