Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 19, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Propostas finais de intervenção do Projeto ARTEJO são apresentados a 17 de fevereiro

Propostas finais de intervenção do Projeto ARTEJO são apresentados a 17 de fevereiro
José Lagiosa

Alexandre Farto (aka Vhils), Manuel João Vieira, Violant e Carlos Vicente apresentam as suas propostas artísticas para o concelho de Vila Nova da Barquinha, no âmbito do Programa Arte Pública da Fundação EDP, no próximo dia 17 de fevereiro, no Centro Cultural, pelas 19h.

Depois dos primeiros contactos com a população em 2017, em que foram debatidas as primeiras ideias, os artistas apresentam agora propostas finais a implementar no terreno.

A assembleia comunitária do Projeto artístico ARTEJO contará com a presença do curador do Programa Arte Pública da Fundação EDP, João Pinharanda.

O ARTEJO pretende democratizar o acesso à arte e permitir o envolvimento da população em novas experiências culturais, bem como estimular o desenvolvimento local através da realização de intervenções artísticas em espaço público.

No concelho de Vila Nova da Barquinha serão desenvolvidas 10 intervenções artísticas distribuídas pelas quatro freguesias – Atalaia, Praia do Ribatejo, Tancos e Vila Nova da barquinha.

Por todo o país, artistas nacionais são convidados a desenvolver um processo de colaboração com as populações locais, motivando-as a participar em assembleias comunitárias para discussão das propostas de intervenção artística a realizar em espaço público (fachadas de edifícios, muros, posto de transformação da EDP Distribuição, etc.).

O programa está já presente em 5 regiões: Algarve (projeto WATT?), Alto Alentejo (projeto Mayor.Art), Ribatejo (projeto UniArt), Médio Tejo (projeto ARTEJO) e Trás-os- Montes (projeto Voltagem).

Em cada uma destas regiões, o trabalho dos artistas e comunidades dá forma a um roteiro de arte pública, que no caso de Vila Nova da Barquinha integrará as 11 esculturas do Parque de Escultura Contemporânea Almourol, desenvolvido também em parceria com a Fundação EDP e com curadoria de João Pinharanda.

 

Comentar