7.2 C
Castelo Branco
Sábado, Fevereiro 27, 2021
No menu items!
Início Nacional Só dois em cada cinco anúncios imobiliários online são submetidos por mulheres

Só dois em cada cinco anúncios imobiliários online são submetidos por mulheres

  • Apenas no arrendamento de quartos as mulheres ganham (55,2%)

  • Lisboa é a região que apresenta uma maior paridade de anunciantes (47,6% são mulheres)

    A responsabilidade de vender ou arrendar um imóvel parece ficar maioritariamente a cargo dos homens.
    Apenas 39,5% dos anúncios online de particulares publicados no idealista são submetidos pelo género feminino, contra os 60,5% publicados pelo sexo masculino, segundo um estudo realizado pelo idealista, a propósito do Dia Internacional da Mulher, assinalado no passado dia 8 de março.
    Em termos geográficos, é no Algarve que a percentagem de “mulheres anunciantes” é mais elevada (39,3%). Seguem-se o Alentejo (37,5%), o Norte (36,8%) e o Centro (33,4%).
    Por outro lado, é na Madeira onde o sexo masculino mais predomina nas operações imobiliárias domésticas, sendo apenas 31,6% dos anúncios publicados pelo sexo feminino.
    De referir que Lisboa é a região que apresenta uma maior paridade de anunciantes, sendo 47,6% dos anúncios publicados por mulheres.
    O tipo de operação que se pretende realizar, venda ou arrendamento, também marca a diferença no papel dos géneros.
    É no arrendamento que encontramos uma maior igualdade (45,2% dos anúncios pertencem a mulheres) do que nos anúncios de venda onde apenas 35,7% são submetidos pelo género feminino.
    Da mesma forma, em determinados tipos de produtos imobiliários, a probabilidade de encontrar um anunciante masculino é mais elevada.
    Somente 25,2% dos anúncios de terrenos estão a cargo de mulheres. Uma tendência que também se repete no caso das garagens (32,8%) e das lojas/armazéns (36,1%).
    No segmento escritórios, por seu turno, há um maior equilíbrio: 48,3% mulheres/51,7% homens. É apenas no arrendamento de quartos que encontramos uma percentagem de anunciantes femininos maior (55,2%).
    Os dados são revelados por um estudo realizado entre os utilizadores não profissionais que anunciaram os seus imóveis no idealista, o marketplace imobiliário de Portugal, entre 19 a 24 de fevereiro de 2018.

 

 
 
 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: