15.6 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Janeiro 25, 2021
No menu items!
Início Cultura Sobreira Formosa ouviu cantar pelas almas do purgatório

Sobreira Formosa ouviu cantar pelas almas do purgatório

O ritual da Encomendação das Almas repetiu-se na sexta-feira à noite, 23 de março, em Sobreira Formosa, com a presença dos grupos do concelho que ainda mantém viva esta tradição: Atalaias, Galisteu, Corgas, Cunqueiros, Chão do Galego e Vergão aos quais se juntou um grupo convidado do Rosmaninhal de Idanha-a-Nova.
Devido às condições meteorológicas a iniciativa aconteceu no interior da Igreja Matriz, ao invés do Largo da Devesa como estava inicialmente previsto.
Esta é uma das diversas iniciativas que o Município de Proença-a-Nova promove ano após ano com o objetivo de preservar este património imaterial e que será candidato a Património Imaterial da Humanidade, assim como a tradição de cantar as Janeiras.
Esta iniciativa contou ainda com a presença do antropólogo Pedro Antunes, que desde o final do ano passado reside na aldeia de Corgas para realizar a sua tese de doutoramento sobre a temática.
As mulheres, vestidas de negro e com a cabeça coberta por um lenço igualmente preto, sinal de luto pelos mortos e de “preceito” quaresmal, entoaram os cânticos tristes onde pedem pela salvação das almas que estão no purgatório para que passem à Glória.
No caso do grupo do Rosmaninhal é composto por homens e mulheres, com a mesma intenção: “Cristãos que estais dormindo, nesse sono tão profundo, levantai-vos e rezai, às Almas do outro Mundo”, lê-se na letra da oração.
Na maioria das aldeias do concelho este ritual já se perdeu há muitas décadas, consequência da falta de pessoas mais novas para lhe dar continuidade.
Apenas na aldeia de Corgas esta tradição se cumpre todas as noites de quaresma.
Em Atalaias, Corgas e Galisteu as letras destas orações são bastante distintas, enquanto em Chão do Galego e Cunqueiros cantam-se as “Excelências”, com letra idêntica.
O culto pelas almas do purgatório é um ritual bastante presente na cultura popular no concelho.
Além da Encomendação, outro exemplo é a existência, um pouco por todo o concelho, à entrada das povoações, nas encruzilhadas das estradas ou dentro das aldeias em locais de destaque, das alminhas, lembrando a quem passa que as almas do purgatório precisam de uma oração para passar a glória.
Quem passa reza e deixa a esmola que depois servem para mandar rezar missas.
As fotografias da Encomendação da Almas podem ser vistas, na página do facebook do Município.
 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: