10 C
Castelo Branco
Sábado, Março 6, 2021
No menu items!
Início Cultura Sessões de entrada livre no "aquecimento" do IndieJúnior em Lisboa

Sessões de entrada livre no "aquecimento" do IndieJúnior em Lisboa

O “aquecimento” para a secção infanto-juvenil do IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema, IndieJúnior, faz-se nos dias 07 e 14 de abril, no Intendente e em Campo de Ourique, com duas sessões que incluem cinema, música e conversas.
A terem lugar a 07 e 14 de abril, as matinés de antecipação contarão com música, cinema e conversas, numa programação dedicada às famílias”, refere a organização do festival que se realiza entre 26 de abril e 06 de maio, num comunicado hoje divulgado.
No dia 7, no Largo Café Estúdio, decorrerá uma sessão “que olhará a diversidade cultural das novas cidades” com a exibição e duas curtas-metragens — “Hallo Salaam”, de Kim Brand, e “Bon Voyage”, de Fabio Friedli –, uma mesa redonda que tem como tema a imigração e os refugiados e uma atuação de ‘hip-hop’. A 14 de abril, no Centro Cultural de Campo de Ourique, será exibida uma “seleção de curtas-metragens para abrir o apetite para o IndieJúnior”.
O IndieJúnior, responsável por uma fatia considerável do público do festival, além da exibição de filmes, inclui uma série de atividades paralelas, como uma matiné dançante, a 05 de maio no Grande Auditório da Culturgest.
“Depois da sessão ‘Tu cá tu lá’, em que o ator Pedro Cardoso estará em palco a emprestar a voz aos personagens endiabrados e fofinhos do grande ecrã, nada melhor do que esticar os braços e as pernas num bailarico à maneira, que vai pôr toda a gente a dançar”, refere a organização.
Para dia 28 está agendada, no Grande Auditório da Culturgest, uma sessão especial de curtas-metragens com música ao vivo, com os bateristas Quim Albergaria e Ricardo Martins a darem “som às imagens, captando o ritmo das histórias e reinventando as peripécias do enredo”.
Nas oficinas para a família, os mais pequenos irão criar cartazes de cinema, criar com peças de madeira, escrever e desenhar histórias ou cenários para filmes.
A 15.ª edição do IndieLisboa decorre de 26 de abril a 6 de maio no Cinema São Jorge, na Culturgest, na Cinemateca e no Cinema Ideal, mas terá também programação na Biblioteca Palácio Galveias e na Casa Independente.
Este ano estão programados 245 filmes e é dada uma importância maior ao cinema português com as secções competitivas, com escolhas transversais a outras secções e com uma decisão particular para a abertura e encerramento.
O festival abrirá com “A árvore”, de André Gil Mata, exibido este ano em Berlim, e encerrará com “Raiva”, de Sérgio Tréfaut, um realizador já premiado em edições anteriores do festival, e que estreará uma adaptação de “Seara de vento”, de Manuel da Fonseca.
*Lusa / Foto: Tiago Henrique Marques / Lusa

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: