17.2 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 30, 2020
No menu items!
Início Cultura Fronteira edição arranca na próxima quarta-feira, 11 de abril

Fronteira edição arranca na próxima quarta-feira, 11 de abril

Edição de 2018 do Fronteira celebra, discute e reflete sobre os 20 anos
do Nobel da Literatura de José Saramago.

Arranca na próxima quarta-feira, 11 de abril, a 6.ª edição Fronteira — Festival Literário de Castelo Branco. De 11 a 14 de abril, passam pela cidade nomes como Ana Margarida de Carvalho, João Ricardo Pedro e Pedro Mexia, numa programação que antecipa a celebração e a reflexão sobre os 20 anos do Nobel da Literatura de José Saramago.
De quarta-feira a sábado da próxima semana, a cidade de Castelo Branco volta a ser o palco maior da literatura em Portugal. Cinco edições depois, o Fronteira assume-se como Festival Literário de referência, tomando para si o papel de abrir caminho para a reflexão e discussão de uma das mais importantes efemérides literárias em Portugal: em 2018, passam 20 anos sobre o nosso Nobel da Literatura, José Saramago.
À sexta edição, o Fronteira — Festival Literário de Castelo Branco faz uma avaliação do que mudou, ou não, 20 anos volvidos sobre a atribuição do Prémio Nobel a José Saramago. Podem a língua e literatura portuguesa reclamar algum mérito nessa distinção ou é apenas resultado de um talento extraordinário? A literatura portuguesa mereceu mais destaque e atenção depois do Nobel? É crível que a língua portuguesa venha a ter um outro autor galardoado nos próximos anos? Em 1998 a festa foi bonita, hoje o que fica dessa celebração?
Em mesas de debate, visitas a escolas e workshops, a literatura estará um pouco por toda a parte, representada por nomes como Ana Margarida de Carvalho, António Mota, Filipa Melo, João Ricardo Pedro, José Carlos Vasconcelos, José Mário Silva, Maria Bouza, Maria João Lopes, Pedro Brito, Pedro Mexia e Rachel Caiano.*

Pilar del Rio

Especial destaque para  a sessão extra do Festival, que acontece em Maio. No dia 15 desse mês,  terça-feira, às 18.00, no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, Sara Figueiredo Costa conduz uma entrevista de vida a Pilar del Rio, companheira de todas as horas de José Saramago, que viveu cada momento, antes, durante e depois da atribuição do prémio, ao lado do Nobel da Literatura. É altura, pois, de viajarmos no tempo e recordarmos, ao seu lado, o que fica do que passa.
Foto: oitavaarte.com

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Santa Clara – Gil Vicente vai ser o primeiro jogo da I Liga com público

O jogo Santa Clara – Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga de futebol, vai ter uma assistência de 1.000 pessoas,...

Museu de Arte e Arquitetura gratuito no fim de semana e feriado pelo 4.º aniversário

Visitas guiadas a exposições, música, teatro, conversas e oficinas compõem a programação dos três dias de celebrações do 4.º aniversário do Museu...

João Morgado vence 13.ª edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca com a obra “Contos de Macau”

Câmara Municipal de Santiago do Cacém  Já é conhecida a obra vencedora da 13.ª Edição do Prémio Nacional...

Escolas Doutorais, pandemia e orçamento estiveram em discussão no Conselho Geral da UC

O orçamento da Universidade de Coimbra (UC) e dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC), o impacto da pandemia...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: