17.2 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 30, 2020
No menu items!
Início Nacional Presidente da Comissão do Ambiente quer evitar "mais asneiras ambientais" no Tejo

Presidente da Comissão do Ambiente quer evitar "mais asneiras ambientais" no Tejo

O presidente da comissão parlamentar de Ambiente apelou hoje ao Governo para que não se precipite no âmbito do processo de limpeza de resíduos no rio Tejo e pediu para que se evitem mais asneiras ambientais.

“E, por favor, não façam asneiras antes de conversarmos todos e antes de procurarmos encontrar a melhor solução para este problema [retirada de lamas do Tejo]. Por aquilo que estou a constatar, esta não é uma boa solução em definitivo, e, portanto, deve ser evitada. Não cometamos mais erros”, afirmou à agência Lusa, Pedro Soares.

O presidente da comissão parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação deslocou-se hoje ao terreno, situado nas Portas de Ródão, onde já está a ser instalado um estaleiro no âmbito da limpeza de resíduos do rio Tejo, após o Governo ter tomado posse administrativa do local.

Pedro Soares, eleito pelo BE, não quer que o Ministério do Ambiente se precipite e apela a que se procure encontrar soluções que resolvam o problema, mas que preservem o ambiente.

“Esta região tem sido massacrada com tantos atentados ambientais, não é justo que sofra mais um. Nas últimas informações no cronograma do Governo, a extração das lamas seria só para junho. Bem, estamos em 25 de abril e ainda não há deposição das lamas. Temos mais de um mês para que haja uma decisão ponderada sobre esta questão”, defendeu.

O deputado do BE explicou que vai haver brevemente, uma audição do ministro do Ambiente, dos presidentes das câmaras de Vila Velha de Ródão e de Nisa, dos ambientalistas e da própria Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

“A comissão parlamentar [do Ambiente] vai fazer aquilo que o Governo não fez, que é juntar esta gente toda, e vamos lá conversar sobre esta matéria. Esperamos que a audição (…) ajudar o Governo a refletir sobre esta matéria. Nós não queremos, como é óbvio, obstaculizar o tratamento das lamas. Pelo contrário”, frisou.

O tratamento das lamas deve ser feito, mas sem acrescentar problemas a um problema grave que já existe, com a emissão de matéria orgânica por parte das celuloses para o rio Tejo e que estão na base desta situação, defendeu.

“Vamos tentar evitar mais erros, vamos procurar encontrar soluções tecnicamente adaptadas a esta situação concreta, que não massacrem mais, em termos ambientais, esta região e que protejam esta área classificada, com grande interesse natural e que seja economicamente viável mas também que seja ambientalmente ajustada. E, isso é fundamental que seja assim”, sustentou.

Pedro Soares sublinhou que esta é uma situação estranha que está a suscitar muita preocupação.

“O Ministério do Ambiente já cometeu erros de mais sobre esta matéria da poluição no Tejo e devia ponderar não voltar a cometer erros graves que depois são muito difíceis de resolver. Andou dois anos a dizer que não havia problema nenhum com a poluição do Tejo (…)”, concluiu.

*Lusa

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Santa Clara – Gil Vicente vai ser o primeiro jogo da I Liga com público

O jogo Santa Clara – Gil Vicente, da terceira jornada da I Liga de futebol, vai ter uma assistência de 1.000 pessoas,...

Museu de Arte e Arquitetura gratuito no fim de semana e feriado pelo 4.º aniversário

Visitas guiadas a exposições, música, teatro, conversas e oficinas compõem a programação dos três dias de celebrações do 4.º aniversário do Museu...

João Morgado vence 13.ª edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca com a obra “Contos de Macau”

Câmara Municipal de Santiago do Cacém  Já é conhecida a obra vencedora da 13.ª Edição do Prémio Nacional...

Escolas Doutorais, pandemia e orçamento estiveram em discussão no Conselho Geral da UC

O orçamento da Universidade de Coimbra (UC) e dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC), o impacto da pandemia...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: