7.8 C
Castelo Branco
Sábado, Março 6, 2021
No menu items!
Início Desporto Daniel Ramos quer Marítimo "nos limites" contra "grande" FC Porto

Daniel Ramos quer Marítimo "nos limites" contra "grande" FC Porto

Treinador insular diz que concentração tem de estar apurada para poder neutralizar a força ‘azul e branca.

O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, disse hoje a sua equipa tem de estar “nos limites” para fazer frente a um “grande” FC Porto, no domingo, em partida da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.
“É preciso um grande Marítimo, porque também acho que vai haver um grande FC Porto. O que sei é que, para vencer o FC Porto, o Marítimo tem de estar no máximo, tem de se transcender, tem que andar nos limites e procurar contrariar a natural motivação do FC Porto, que, com grande mérito do Sérgio Conceição e da equipa, consegue estar em primeiro”, referiu, em conferência de imprensa.
A semana ficou marcada por uma queixa anónima, apresentada na Procuradoria-Geral da República (PGR), acusando o FC Porto de uma tentar corromper o guarda-redes do Marítimo Amir, em virtude de uma alegada dívida dos ‘azuis e brancos’ aos insulares pela transferência de Marega.
“Claramente, uma notícia para tentar destabilizar. Sabemos o que queremos e este tipo de notícias não nos afetam nada, porque nós sabemos aquilo que somos. Estar a valorizar algo que não merece ser valorizado acho que é perder tempo, portanto, em relação a isso, apenas a dizer que a confiança é máxima em todos os jogadores”, frisou.
Os Barreiros têm sido pesadelo para os ‘dragões’, que não vencem há seis anos, tendo somado três empates e três derrotas e, a juntar a isso, Daniel Ramos ainda não perdeu com os ‘grandes’ na Madeira desde que chegou ao Marítimo.
Numa partida em que a concentração tem de estar apurada para poder neutralizar a força ‘azul e branca’, quer em termos individuais, quer no coletivo, o técnico ‘verde rubro’ pretende equilibrar o poderio adversário.
“Temos uma forma de jogar e não vamos fugir muito dela. O que espero é um jogo muito discutido e intenso, em que vamos tentar fugir das situações de aflição e, sempre que possível, vamos tentar atacar e fazer o nosso jogo, porque só assim vamos conseguir importunar o FC Porto”, salientou.
A três jornadas do fim, as duas equipas ainda têm metas a cumprir, com o FC Porto a tentar ser campeão, o que não acontece desde 2012/13, e o Marítimo a procurar chegar ao quinto lugar, que poderá dar acesso às competições europeias.
“A pressão para nós é menor, contudo, não deixamos de estar pressionados, o que existe em todos os jogos. Com a aproximação do final e com objetivos para conquistar, a pressão é natural para os dois lados”, comentou Daniel Ramos.
O Marítimo, sexto classificado, com 44 pontos, recebe o FC Porto, primeiro, com 79, no domingo, num embate da 32.ª jornada da I Liga de futebol com início marcado para as 18:00.
*Lusa / Foto: HOMEM DE GOUVEIA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: