Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Fevereiro 27, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Consultas de dermatologia gratuitas em Idanha-a-Nova

Consultas de dermatologia gratuitas em Idanha-a-Nova
José Lagiosa

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, em parceria com a Fundação Álvaro Carvalho e o Centro Municipal de Cultural e Desenvolvimento, proporcionou consultas de dermatologia a mais de duas dezenas de munícipes.

A ação decorreu este sábado, 21 de abril, no Centro de Saúde de Idanha-a-Nova, sem quaisquer custos para os utentes, alguns dos quais aguardavam há mais de dois anos por uma consulta no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Os utentes, recenseados e residentes em Idanha-a-Nova, foram selecionados em articulação com o Centro de Saúde.

Assim, foi dada resposta a quem aguardava por uma consulta de dermatologia, uma especialidade com tempos de espera longos no SNS e preços no sector privado que impedem o acesso de muitas pessoas.

O presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, explica que estas consultas “são complementares nas áreas em que o SNS tem menos capacidade de resposta” e enaltece o trabalho desenvolvido pela Fundação Álvaro Carvalho que tem na sua missão social a prestação de cuidados de saúde no interior do país.

A ação foi acompanhada pelo próprio Álvaro Carvalho, presidente da Fundação, que criou uma equipa clínica para “colmatar algumas lacunas que existem no SNS, sem querer imiscuir-me na atividade dos hospitais, apenas complementar”.

A oftalmologia (nomeadamente as cirurgias às cataratas), a dermatologia, a cardiologia e a urologia foram identificadas como especialidades com maiores carências.

Estas foram as primeiras consultas de dermatologia em Idanha-a-Nova, depois de já terem sido realizadas cerca de 20 operações gratuitas às cataratas.

Daniel Pereira, um dos utentes da consulta de dermatologia, aplaudiu a iniciativa: “Esta ação foi muito importante para mim. Aguardava por uma consulta há mais de dois anos, por isso, a possibilidade de ter uma consulta grátis foi uma mais-valia. Espero que haja mais ações nesta e noutras especialidades, para termos acesso facilitado a cada vez mais cuidados de saúde”.

Assim será. Após a oftalmologia e a dermatologia, deverá avançar uma ação de cardiologia, segundo a Fundação Álvaro Carvalho.

Comentar