Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Rosa Albardeira festejada com anúncio de novo jardim em Toulões

Rosa Albardeira festejada com anúncio de novo jardim em Toulões
José Lagiosa

A 3ª Festa da Rosa Albardeira, em Toulões, ofereceu dois dias repletos de cor e animação.

Com muitas novidades, desde a venda de sementes à presença de personalidades internacionais, o evento fica marcado pelo anúncio de um jardim que irá consolidar Toulões como a “Aldeia da Rosa Albardeira”.

A novidade foi avançada por Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, que adianta que o jardim será dedicado à Rosa Albardeira (Paeonia broteri), endémica da Península Ibérica, peónias de outros pontos do mundo e ainda outras plantas da região.

Além desta autarquia, o projeto vai envolver a Junta de Freguesia de Toulões, o Geopark Naturtejo – Geoparque Mundial da UNESCO e a empresa Sementes Vivas que desenvolve um projeto de conservação e comercialização da Rosa Albardeira e outras espécies locais.

“O objetivo é criarmos em Toulões o Jardim das Peónias que será um ponto de interesse para todos os entusiastas da natureza, bem como irá ajudar a preservar a Rosa Albardeira e potenciar oportunidades económicas em torno desta planta rara”, explica Armindo Jacinto.

Essas oportunidades são também reconhecidas por António Marcelo, presidente da Junta de Freguesia de Toulões.

“Iniciámos um trabalho que visa fazer da nossa Rosa Albardeira a mais especial de Portugal, para que seja o símbolo de Toulões e represente esta aldeia no mapa nacional e internacional”, afirma.

Depois da Rosa Albardeira de Toulões ter viajado até à Alemanha em 2017, como convidada do Festival da Peónia, em Lorsch, agora foi a vez de comunidades alemãs descobrirem a aldeia portuguesa.

Com a colaboração do Geopark Naturtejo estiveram representados em Toulões outros geoparques mundiais da UNESCO.

Um dos destaques da festa foi o Passeio Pedestre da Rosa Albardeira que levou 150 participantes numa caminhada até à Serra da Murracha, onde a planta cresce no seu habitat natural.

Comentar