15.4 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Junho 21, 2021
No menu items!
InícioInternacionalEurovisão: Espaço no Terreiro do Paço abre hoje e acolhe espetáculos até...

Eurovisão: Espaço no Terreiro do Paço abre hoje e acolhe espetáculos até 12 de maio

O Eurovision Village, espaço criado no Terreiro do Paço, em Lisboa, no âmbito do Festival Eurovisão da Canção, abre esta sexta-feira às 10h00, acolhendo espetáculos até 12 de maio, data da final do concurso, marcada para a Altice Arena.
A Eurovision Village, que funciona diariamente das 10h00 às 00h00, é de acesso gratuito, até atingir a lotação máxima.
O palco do Eurovision Village é inaugurado hoje às 21h00 pelos Beatbombers (dupla formada por DJ Ride e Stereossauro), campeões mundiais de ‘scratch’, que atuarão a 12 de maio na Altice Arena, durante a final do concurso.
No sábado à noite, o espaço acolhe “Lisboa Open House”, espetáculo no qual Moullinex apresentará Hypersex, “locomotiva do ‘groove’ cuja missão é a celebração da cultura de ‘clubbing’”, para o qual convida Batida, que apresenta The Almost Perfect DJ, Da Chick, DJ Vibe, “Quantum Leap with Violet” e Xinobi.
Domingo é noite de três tributos a artistas portugueses, que foram apresentados pela primeira vez na edição deste ano do Festival da Canção: um tributo a Carlos Paião, preparado por JP Coimbra e Nuno Figueiredo, outro às Doce, da responsabilidade de Moullinex, e um outro a Simone de Oliveira, organizado por Nuno Feist.
Nesse dia, entre as 17h00 e as 19h40, quem se deslocar à Eurovision Village poderá ainda acompanhar, através de um ecrã gigante, o evento “Blue Carpet” (“Passadeira Azul”, em português), de apresentação dos concorrentes, que irá decorrer no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), também em Lisboa. Para segunda-feira à noite está marcada a “Atlantic Night” (Noite Atlântica), com atuações do angolano Waldemar Bastos e da Banda do Mar, que junta os brasileiros Marcelo Camelo e Mallu Magalhães e o português Fred Ferreira.
A Orquestra Metropolitana de Lisboa irá apresentar na quarta-feira “Os Maiores Clássicos Europeus” e, a 11 de maio, atuam os Orelha Negra e Capicua, que estará acompanhada da Guerrilha Cor-de-Rosa, composta por Blaya, Ana Bacalhau, M7 e Marta Ren.
A programação do espaço inclui ainda atuações dos concorrentes da edição deste ano e as emissões em direto, num ecrã gigante, das semifinais (na terça-feira e na quinta-feira) e da final (a 12 de maio), a partir das 20h00.
A Eurovision Village inclui também uma zona de restauração e uma outra ‘lounge’ e de sombras, bem como tendas dos patrocinadores e parceiros da iniciativa. Na vedação do recinto está uma exposição sobre as edições anteriores do concurso. Portugal acolhe este ano pela primeira vez o Festival Eurovisão da Canção, que vai na 63.ª edição, por ter sido o país vencedor do ano passado.
Portugal venceu o concurso com a música “Amar pelos Dois”, composta por Luísa Sobral e interpretada por Salvador Sobral.
Este ano, Portugal concorre com o tema “O Jardim”, composto por Isaura e interpretado por Cláudia Pascoal.
O concurso é realizado pela União Europeia de Radiodifusão (EBU, na sigla em inglês) em parceria com a RTP, em Lisboa. A Altice Arena, no Parque das Nações, será o palco das semifinais e da final do concurso, disputado por 43 países.
*Lusa / Foto: TIAGO PETINGA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: