20 C
Castelo Branco
Terça-feira, Agosto 11, 2020
No menu items!
Início Cultura 'Sê-lo Verde' para festivais amigos do ambiente apoia 71 iniciativas pelo país

'Sê-lo Verde' para festivais amigos do ambiente apoia 71 iniciativas pelo país

O ‘Sê-lo Verde’, destinado a apoiar eventos sustentáveis a partir de cinco mil participantes, este ano é alargado a mais festivais, alguns de cariz mais regional e tradicional, chegando a 71 iniciativas por todo o país.
Os contratos entre o Ministério do Ambiente e os 30 promotores selecionados são assinados na quarta-feira, em Lisboa, e respeitam 71 eventos que serão financiados através do Programa Sê-lo Verde, este ano com uma dotação de 600 mil euros, mais 100 mil que na última edição.
Os espetáculos abrangem várias temáticas e entre os promotores estão também câmaras municipais.
Alguns exemplos de festivais apoiados são o MED (Loulé), o Panda, o Boom Festival (Idanha a Nova), Meo Marés Vivas (Vila Nova de Gaia), Rock in Rio Lisboa 2018, de Arte, Cultura e Ecologia – Fora do Tempo, do Bacalhau (Ílhavo), Nos Alive, Festival de Rua do Fundão ou Vodafone Paredes de Coura.
Outras festividades também viram aprovadas as suas propostas para se tornarem mais amigas do ambiente, como Bairro do Intendente em Festa (Lisboa), 28.º Expofacic (Cantanhede), Santa Cruz Ocean Spirit, Braga Sounds Better, Queima das Fitas do Porto, a festa do Chicharro (S. Miguel, nos Açores), Expo Bairrada (Oliveira do Bairro) ou Festas da Madalena.
Entre as medidas financiadas, 22 dizem respeito à vertente da energia, 15 incidem sobre a redução de emissões, 14 sobre conservação e eficiência do uso de recursos e 20 com educação ambiental, segundo fonte do Ministério do Ambiente.
Do total de eventos, 37 pertencem à categoria A, ou seja, têm entre cinco mil e 25 mil participantes, e os restantes a iniciativas com mais de 25 mil espetadores.
O programa Sê-lo Verde tem como objetivo incentivar a adoção de práticas inovadoras e com impacto ambiental, social e económico nos grandes eventos de massas, através do financiamento de medidas nas áreas de recursos, energia, emissões e educação.
Das 111 medidas analisadas pelo Fundo Ambiental, 95 foram consideradas elegíveis e proposto o financiamento de 71.
Podiam candidatar-se eventos de entretenimento ao ar livre, em recinto licenciado e com registo de entradas pagas, como festivais de música ou feiras medievais, estando excluídos os espaços com estruturas edificadas permanentes, como estádios, arenas ou auditórios.
A iniciativa do Ministério do Ambiente aplica-se a eventos que decorram entre 01 de maio e 30 de setembro de 2018, e que tenham duração superior a um dia.
*Lusa / Foto: ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Há 164 surtos ativos em Portugal afirma a DGS

Portugal tem 164 surtos ativos de covid-19, afirmou hoje o subdiretor-geral da Saúde, indicando que alguns têm origem em contágios entre membros...

Feira de Coleccionismo em Castelo Branco realiza-se a 16 de agosto

A Organização da Feira de Colecionismo, Antiguidades e Velharias de Castelo Branco vem, por este meio, informar que, devido à situação atual...

Covid-19: Portugal com mais três mortes e 157 novos casos desde domingo

Portugal regista hoje mais três mortes e 157 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo, segundo o boletim diário...

Bares dos comboios Alfa e Intercidades reabrem quinta-feira

Os bares dos comboios Alfa e Intercidades reabrem na quinta-feira, depois de uma reunião hoje que contou com a presença da CP...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: