18.8 C
Castelo Branco
Domingo, Junho 13, 2021
No menu items!
InícioRegionalPrimeira "Aldeia Segura" do distrito localiza-se em Oleiros

Primeira "Aldeia Segura" do distrito localiza-se em Oleiros

O concelho de Oleiros é o primeiro do distrito de Castelo Branco a implementar o projeto “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”.
Este projeto resulta de uma articulação entre o Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco (CDOS) e, neste caso, o Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Oleiros.
No passado dia 17 de maio decorreu na localidade de Portela, pertencente à Junta de Freguesia Estreito-Vilar Barroco, uma das ações/exercícios.
A presença do vice-Presidente da Câmara Municipal, Victor Antunes, e também de vários presidentes de Junta do concelho, reflete exatamente a base deste projeto que visa atribuir especial relevância a Municípios e Freguesias , no sentido de os capacitar com vista a dotá-los de conhecimento técnico, recursos didáticos e instrumentos de apoio à resiliência da população nestes cinco eixos fundamentas: proteção dos aglomerados; prevenção de comportamentos de risco; sensibilização e aviso à população; evacuação de aglomerados; e locais de abrigo e refúgio.
Em declarações à Rádio Condestável, Francisco Peraboa, Comandante Operacional Distrital de Castelo Branco da Proteção Civil, explicou que está ciente de que “mais cedo ou mais tarde as mais-valias e os frutos da implementação destes programas virão ao de cima e irão replicar-se pelo distrito”.
“Quando não temos um oficial de segurança podemos ter dois ou três, subdividir o aglomerado em vária secções e fazer pequenas adaptações à especificidade do aglomerado”, explicou ainda.
O vice-Presidente da Câmara Municipal de Oleiros revelou a importância de garantir a segurança de pessoas e dos seus bens, não só através deste projeto, mas também de outras medidas e ações de acompanhamento/sensibilização que têm chegado a todo o concelho e nas quais Victor Antunes garante que, “pelos sítios onde temos passado, no tocante aos perímetros e às faixas de segurança, quer ao redor dos aglomerados, quer até mesmo às próprias habitações isoladas, o que se verifica é que de facto as pessoas estão sensibilizadas para esta problemática, vê-se que se empenharam”.
 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: