Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

“Cafés com Ciência-Sertã” tem como tema a 29 de maio ‘Plantas e poesia em análise’

“Cafés com Ciência-Sertã” tem como tema a 29 de maio ‘Plantas e poesia em análise’
José Lagiosa

“As Plantas na obra poética de Camões” é o tema da próxima sessão de “Cafés com Ciência-Sertã”, que se realiza no dia 29 de maio, às 18 horas, no SerQ – Centro de Inovação e Competências da Sertã.

Será dinamizada por Jorge Paiva, reconhecido biólogo e especialista em Botânica e investigador do Centre for Functional Ecology, Universidade de Coimbra.

Na época camoniana, as plantas mais conhecidas e citadas na literatura, não eram tanto as plantas comestíveis ou ornamentais, mas mais as plantas medicinais.

Como os Lusíadas foram escritos quase na totalidade no Oriente e centrados nos Descobrimentos, tem como base as plantas asiáticas, particularmente especiarias e medicinais.

A Lírica, tendo sido escrita maioritariamente em Portugal e centrada no amor e paixão, as plantas referidas são europeias, particularmente as flores destas.

Ambas as obras abordam na totalidade cerca de oito dezenas e meia de plantas.

Nesta sessão serão abordadas espécies asiáticas e aromáticas e plantas europeias e campestres ornamentais.

Os “Cafés com Ciência-Sertã” são conversas informais sobre ciência, abertas a todas as idades, promovidas pelo SerQ em parceria com Município da Sertã e o Exploratório – Centro de Ciência Viva de Coimbra.

Com participação gratuita, os “Cafés com Ciência-Sertã” decorrem na última terça-feira de cada mês, das 18 às 19 horas, nas instalações do SerQ, na Zona Industrial da Sertã.

Comentar