Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Novembro 20, 2018

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Antas e Mamoas da Moita em Proença-a-Nova, recebem oficina de iniciação à arqueologia

Antas e Mamoas da Moita em Proença-a-Nova, recebem oficina de iniciação à arqueologia
José Lagiosa

A Rota das Visitas Guiadas e Encenadas do projeto Beira Baixa Cultural leva de 22 de julho a 5 de agosto nas Antas e Mamoas da Moita, em Proença-a-Nova a arqueologia às pessoas.

Esta é um dos objectivos, da promoção e divulgação do património do concelho de Proença-a-Nova que tem adjacente uma oficina de iniciação à arqueologia.

Aproveitando a presença dos arqueólogos e estudantes do VII Campo Arqueológico Internacional, esta iniciativa irá convidar os participantes a serem arqueólogos por um dia e participar nesta oficina em contexto de escavação e da litologia, descobrindo os métodos de preparação das pedras para os diversos fins, sob orientação dos arqueólogos, cujo objetivo é identificar peças talhadas em pedra pré-históricas e contextualizar os achados na história com mais de 5.000 mil anos e abordar a questão da divulgação e valorização do património arqueológico sob diferentes perspetivas e experiências.

Estas oficinas, a 22 de julho e a 5 de agosto, são gratuitas, mas com inscrição obrigatória no Posto de Turismo ou através do mail postodeturismo@cm-proencanova.pt.

Ainda no âmbito da iniciativa 1 – Rota das Visitas Guiadas e Encenadas do projeto Beira Baixa Cultural, nos dias 29 de julho e 12 de agosto, o Forte das Batarias I, em Catraia, irá viajar no tempo para conhecer os redutos das guerras peninsulares do concelho e a trilhar o caminho dos invasores, onde os visitantes participarão na ação encenada pelo grupo Vaátão.

Esta viagem no tempo inclui a visita à exposição temporária do espólio exumado que estará patente no Polo da Biblioteca de Sobreira Formosa. No dia 12 de agosto, a iniciativa integra o passeio pedestre “Acordar o Sol” e contará ainda com a presença de José Matos, da FISUA – Associação de Física da Universidade de Aveiro.

Estas quatro atividades juntam-se às já realizadas em abril, com a encenação dos rituais fúnebres na Anta do Vale do Alvito, e em maio, com a recriação histórica da Lenda do Santo Lenho, e constituem o programa de 2018 da Rota das Visitas Guiadas e Encenadas aos Monumentos Megalíticos, inseridas no projeto Beira Baixa Cultural.

 

 

 

 

 

Comentar