22.1 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Junho 18, 2021
No menu items!
InícioInternacionalZona Especial da Economia Marítima de Cabo Verde em Saragaça, com oposição...

Zona Especial da Economia Marítima de Cabo Verde em Saragaça, com oposição dos surfistas

A Zona Especial da Economia Marítima (ZEEM) de Cabo Verde vai ter a sede na ilha de São Vicente e deverá situar-se em Saragaça, segundo assumiu recentemente o primeiro-ministro, numa posição que mereceu já a oposição da comunidade surfista.
Num “post” colocado na rede social Facebook, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, escreveu que “São Vicente é a ilha que vai sediar a ZEEM. Saragaça é a localidade que, de acordo com os estudos técnicos, vai albergar a logística de terminal de contentores, reparação e construção naval e restantes estruturas de apoio e suporte à indústria da economia marítima”.
A ZEEEM é uma parceria estratégica com a China e pretende envolver as áreas e negócios à volta do mar com o objetivo de impulsionar Cabo Verde para a economia marítima.
Segundo Ulisses Correia e Silva, a ZEEM é “um conceito que integra um conjunto de atividades numa determinada área geográfica, com ordenamento do território, infraestruturas, incentivos e investimentos para a prestação de serviços internacionais no transhipment, reparação e construção naval, pescas, turismo, conhecimento e investigação aplicada, de entre outras valências relacionadas com o mar”.
Sobre a sua localização, o chefe do Governo refere que “o porto de águas profundas está identificado como a infraestrutura âncora para as restantes atividades, por isso Saragaça será dotada dessa infraestrutura. O campus do Mar será a infraestrutura de conhecimento, formação e investigação de suporte ao desenvolvimento da economia marítima”.
Ulisses Correia e Silva esclarece, contudo, que “o facto de São Vicente sediar a ZEEM não significa que em outras ilhas não se invista em portos, pescas ou turismo ligado ao mar”.
“Por consequência, o facto de se prever um porto de águas profundas em São Vicente, não significa que em São Nicolau não se preveja um porto de águas profundas vocacionado para suporte a atividades de bunkering e refinaria. São portos com especialização e vocação diferentes”, lê-se na mensagem do primeiro-ministro.
A ideia não acolhe adeptos entre a comunidade surfista mindelense que na sexta-feira se manifestou contra a edificação da ZEEM em Saragarça.
Para o porta-voz da comunidade surfista mindelense, Bob Lima, citado pela agência de notícias de Cabo Verde (Inforpress), esta instalação vai prejudicar a localidade onde existem as “melhores ondas” em São Vicente.
Segundo Bob Lima, a infraestrutura vai cortar, em princípio, o fluxo de água na zona sul de São Vicente, onde existem as “melhores ondas” da ilha.
Ainda de acordo com a Inforpress, Bob Lima prevê prejuízos em três localidades “excelentes” para as atividades náuticas, entre as quais a própria Saragarça, onde acontece o Pong, Sandy Beach local do “Open Sandy” e Tupim onde se costumam realizar atividades de surf, inclusive o Blue Wax fest, marcado para acontecer entre 01 e 02 de setembro.
A ZEEM é coordenada pelo diplomata e mestre em Economia José Correia. Paulo Alexandre Lopes da Silva é o vice-coordenador.
*Lusa / Foto: JOSÉ SENA GOULÃO

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: