Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Janeiro 22, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Beira Baixa testa limites na PT 281 Ultramarathon

Beira Baixa testa limites na PT 281 Ultramarathon
José Lagiosa

Precisou de 39 horas e 41 minutos para percorrer os 281 quilómetros da Portugal Ultramarathon por terras da Beira Baixa.

Atravessando os concelhos de Penamacor, Idanha-a-Nova, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, Oleiros e Castelo Branco, João Oliveira, da Chaves Running Team, estabelece assim um novo recorde, ele que já detinha o tempo mais rápido: 41 horas e 48 minutos alcançado em 2015, somando a sua terceira vitória em quatro edições de prova.

Este ano, foram 59 os participantes que partiram de Penamacor no dia 26 de julho, com a tarefa de concluir os 281 quilómetros em menos de 66 horas: 34 cumpriram o objetivo, atravessando a meta instalada no castelo de Castelo Branco.

No domingo, 29 de julho, os participantes reuniram-se para a festa de despedida e entrega de prémios na Catraia Cimeira, em Proença-a-Nova, onde todos os participantes foram condecorados embaixadores da Beira Baixa, eles que ficaram a conhecer o território a partir de uma experiência muito diferente.

Durante a sua intervenção, João Lobo, vice-presidente da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa e presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, deu os parabéns a todos os que se desafiaram correr a ultramaratona.

“Sendo a PT281 uma prova de superação física e mental, provando a resistência e resiliência dos atletas, não poderia haver cenário mais adequado que o da Beira Baixa, territórios resilientes e com um património rico e diferenciador que, por certo, imprime nos que o percorrem a necessidade de se superarem e ao mesmo tempo de sempre regressar a um espaço que já consideram seu”, referiu.

Entretanto é já conhecida a data [provisória] para a realização da 5ª edição: 25 a 28 de julho de 2019.

Comentar