Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Junho 26, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Prémio Vergílio Ferreira 2018 editado em Alcains

Prémio Vergílio Ferreira 2018 editado em Alcains
José Lagiosa

A Alma Azul acaba de editar e apresentar na Biblioteca Vergílio Ferreira, em Gouveia, o ensaio vencedor do Prémio Literário Vergílio Ferreira 2018.

A edição, Que Possível Ensaio Sobre a Verdade em Vergílio Ferreira?, de Maria do Rosário Cristóvão é uma produção editorial Alma Azul, em parceria com a Câmara Municipal de Gouveia, um livro que sai esta semana para as livrarias.

A autora Maria do Rosário Cristóvão nasceu em Lisboa, em 1967.

É professora de Filosofia e Bibliotecária em Portimão, no Algarve.

Tem formação em Filosofia, Literatura Comparada, Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares.

Com o original Que Possível Ensaio Sobre a Verdade em Vergílio Ferreira?, venceu o Prémio Literário Vergílio Ferreira, em 2018, atribuído pela Câmara Municipal de Gouveia, que entregou o Prémio no passado dia 9 de Agosto, na Biblioteca Municipal, onde se realizou também a primeira apresentação pública do livro, editado pela Alma Azul e apresentado pelo Professor Alípio Melo.

Capa do livro “Que Possível Ensaio Sobre a Verdade em Vergílio Ferreira?”

Recordamos que Maria do Rosário Cristóvão venceu o primeiro Prémio Literário Pedro da Fonseca, atribuído pelo Município de Proença-a-Nova, com o conto: O Guarda das Janelas Verdes.

Vergílio Ferreira, patrono do Prémio, nasceu em Melo, Gouveia, em 1916, e é um dos autores mais relevantes da Literatura Portuguesa, de onde se destacam os romances Aparição, Manhã Submersa, Alegria Breve, Para Sempre e Em Nome da Terra, entre uma obra extensa que vai do romance ao ensaio, passando pelos seus Diários Conta-Corrente e Pensar.

De destacar que toda esta iniciativa foi totalmente realizada na Beira Interior, desde a atribuição do Prémio, Câmara Municipal de Gouveia, até à edição do livro, pela Alma Azul, com sede em Alcains e concluída com a produção gráfica na Grafisete, no Fundão.

A distribuição do livro será por todo o país, assim como as apresentações públicas da Obra que terão lugar em Coimbra, Castelo Branco, Portimão, Lagoa e Lisboa.

Comentar