Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Abril 7, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Sporting: Bruno de Carvalho substituído como cabeça de lista para as eleições

Sporting: Bruno de Carvalho substituído como cabeça de lista para as eleições
José Lagiosa

Bruno de Carvalho foi substituído por Erik Kurgy como cabeça de lista para as eleições do Sporting, anunciou hoje a candidatura, que continuará “a trabalhar” com o ex presidente do clube.

A recomposição da lista e a nova recolha de assinaturas impõe-se porque, adianta a candidatura ‘Leais ao Sporting’, Bruno de Carvalho, Trindade Barros e Alexandre Godinho “podem não ver a sua condição de sócios reposta” antes de 08 de agosto, data limite para apresentação de candidaturas. As eleições realizam-se em 08 de setembro.

“Sem prejuízo do eventual resultado das iniciativas jurídicas em curso, torna-se fundamental recolher novamente assinaturas para a submissão de uma nova equipa da candidatura ‘Leais ao Sporting’. Esta nova equipa continuará a trabalhar com Bruno de Carvalho, mas agora com o associado Erik Kurgy como candidato a presidente do Conselho Diretivo do Sporting Clube de Portugal”, pode ler-se em comunicado.

A candidatura ‘Leais ao Sporting’ indica que Erik Kurgy era “desde a primeira hora candidato a vice-presidente do Conselho Diretivo” com responsabilidade pela área financeira, sendo atual administrador do Grupo Vip Hotels.

“Erik Kurgy foi vice-presidente dos Leões de Porto Salvo e presidente do grupo desportivo Ismaili de Lisboa”, acrescentam, informando que será agora iniciado o processo de “recolha de assinaturas para a candidatura”.

“A candidatura ‘Leais ao Sporting’ apela, desta forma, aos sportinguistas que continuem a confiar e que continuem a rever-se no projeto de Bruno de Carvalho para o Sporting Clube de Portugal. Estas iniciativas são a melhor forma que encontrámos para garantir o funcionamento, na legalidade, deste processo eleitoral já tão repleto de ilegalidades”, escrevem.

Na quinta-feira, a Comissão de Fiscalização do Sporting decidiu a suspensão por um ano do ex-presidente Bruno de Carvalho e 10 meses para os restantes elementos da sua direção, à exceção de Luís Roque, cujo processo disciplinar se concluiu com uma repreensão.

O Conselho Diretivo foi destituído em Assembleia Geral extraordinária, em 23 de junho, com 71% dos votos, no seguimento de dias agitados na vida do clube, que em 15 de maio viu a equipa de futebol ser agredida por adeptos na Academia de treino.

Com sucessivas demissões nos órgãos sociais, parte do Conselho Diretivo, com Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, manteve-se em funções, até à sua destituição em Assembleia Geral.

Após a destituição o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares — em rota de colisão com o CD -, marcou eleições para 08 de setembro.

Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, agora suspensos, apresentaram-se como candidatos, em listas diferentes.

Na corrida estão ainda Fernando Tavares Pereira, João Benedito, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Frederico Varandas e o advogado Rui Jorge Rego.

O empresário Zeferino Boal desistiu, entretanto, juntando-se à candidatura de José Maria Ricciardi.

*Lusa / Foto: TIAGO PETINGA

 

Comentar