Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 20, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

XV Palavras Andarilhas em Beja a partir de 23 a 26 de agosto

XV Palavras Andarilhas em Beja a partir de 23 a 26 de agosto
José Lagiosa

A programação da XV edição das Palavras Andarilhas propõe OLHARES diversos sobre a arte da palavra dita e impressa, em oficinas, tertúlias e conferências, apoiando a formação dos mediadores de leitura que acorrem a Beja, nestes dias um lugar de RESPIRAR.

Viale Moutinho, Eugénio Roda, Rita Taborda Duarte são alguns dos escritores e outros criadores convidados a partilhar os seus universos.

Um dos focos desta edição é o universo do juvenil – essa Terra Incógnita que Ana Saldanha, Ana Pessoa, Miguel Fragata e Maurício Corrêa Leite vão abordar.

Fazem quinze anos as Andarilhas e celebram a poesia com Ana Luísa Amaral, Roseana Murray, Alexis Pimienta e Thomas Back, REGRESSOS à cidade dos contos, com Ana Garcia Castelhano, e começos como o BIG BANG BOOM! de Margarida Botelho.

Mário Rainha, do Serviço Educativo da Casa da Cerca (Almada), Pablo Albo, narrador e escritor de coisas sonhadas, Miguel Horta, mediador dos 7 instrumentos, Pedro Giestas e o Anel de Fábulas, João Lizardo e os seus livros de pequeno formato, trazem a sua experiência para partilhar.

Rachel Caiano, Margarida Botelho, Gisela Cañamero, Helena Zália, Vanda Vilela, Virginia Imaz desafiarão os andarilhos a EXPERIMENTAR | FRUIR, com abordagens diversificadas da escrita, da narração oral, da ilustração e da educação artística.

O universo digital da leitura tem hora marcada com Benita Prieto.

O Festival de Narração Oral “Eu conto para que tu sonhes” garante o livre acesso a sessões de contos, leituras partilhadas e oficinas dirigidas a público de todas as idades – no Jardim Público de Beja, nas freguesias com os “Contos d’ir ó fresco”, e noutros espaços significativos da cidade, como o Bairro da Mouraria ou o Forno da Bia Gadelha, onde as histórias de José Craveiro são como pão para a boca de quem as escuta.

Convidam-se as famílias a desenhar novos caminhos na aproximação à leitura e à experiência artística.

Pedro Seromenho, Manuel Dias, Joaninha Duarte, Margarida Junça, Paula Cusati, Rita Salles vão semear histórias e leituras pelos canteiros do jardim.

Comentar