22.7 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Junho 17, 2021
No menu items!
InícioCulturaAlice Vieira e António Mota no júri do Prémio Literário A Escola...

Alice Vieira e António Mota no júri do Prémio Literário A Escola na Linhaceira

Dois dos escritores contemporâneos mais trabalhados nas escolas fazem parte do júri que está a analisar os 70 trabalhos concorrentes a este galardão criado no âmbito da comemoração do Centenário das Escolas na Linhaceira, aldeia do concelho de Tomar

Já está a trabalhar o júri que vai escolher os melhores trabalhos de ficção narrativa concorrentes ao Prémio Literário A Escola.
Tendo em conta a temática, os organizadores tiveram a preocupação de juntar um grupo de especialistas em língua e literatura, mas em que todos os jurados tivessem uma ligação próxima ao objecto do concurso.
Foi, assim, natural a escolha de Alice Vieira e de António Mota, dois escritores com vasta obra dedicada a crianças e jovens e, por isso mesmo, dos contemporâneos mais lidos nas aulas e eles mesmos, presença habitual em muitos estabelecimentos de ensino.
Acompanha-os Cristina da Silveira Carvalho, que após longos anos como professora trabalha agora na área da revisão.
Em representação da comunidade local, Filipe Lopes, que estudou na Escola da Linhaceira, tem trabalhado na promoção do livro e da leitura, frequentemente em meio escolar, sendo o rosto principal do projecto A Poesia Não Tem Grades de intervenção em meio prisional.
Por fim, o representante da organização, Nuno Garcia Lopes, além de escritor também muito presente nas escolas, foi igualmente professor e é há década e meia dirigente do movimento associativo de pais.
Os cinco membros do júri têm em mãos os 70 trabalhos concorrentes: 38 no escalão infantil, 6 no juvenil e 26 no adulto.
Destes 70 concorrentes, 9 são da freguesia de Asseiceira, que se juntam a outros tantos totalizando 18 do concelho de Tomar.
Todos eles concorrem igualmente à categoria nacional, aberta a cidadãos de qualquer nacionalidade residentes em Portugal e a portugueses residentes no estrangeiro.
Estão em jogo nove prémios, que darão direito à publicação em livro e ainda a muitos livros e aos móveis para os arrumar, numa iniciativa que conta com o apoio de instituições como a Presidência da República, Assembleia da República, Casa Fernando Pessoa ou Casa da Música, além de algumas das melhores editoras nacionais.
O Prémio Literário A Escola foi criado no âmbito das comemorações do Centenário das Escolas na Linhaceira, iniciativa conjunta da Associação de Pais e Amigos das Escolas de Linhaceira, Associação Cultural e Recreativa de Linhaceira, Junta de Freguesia de Asseiceira e Município de Tomar. O objectivo foi incentivar a escrita e a leitura, mas também ajudar a destacar a Escola, valorizando-a enquanto espaço de vivências de alguma forma marcantes para todos, como foi derminante para o desenvolvimento desta aldeia do concelho de Tomar durante o século XX.
Foto: youtube
 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: