16.7 C
Castelo Branco
Terça-feira, Junho 15, 2021
No menu items!
InícioRegionalPlangaio e maranho renovam sucesso no Festival da Sobreira Formosa

Plangaio e maranho renovam sucesso no Festival da Sobreira Formosa

O plangaio e o maranho estiveram em destaque no fim de semana de 22 e 23 de setembro em mais uma edição do Festival do Plangaio e do Maranho que decorreu em Sobreira Formosa.
Estes são dois dos produtos gastronómicos de excelência do concelho de Proença-a-Nova, cada vez mais consolidados, a prova disso é o sucesso ano após ano deste festival que esgotou nos dois dias de festa.
A confeção esteve a cargo de seis associações da freguesia: Folia Popular – Associação da Póvoa, Sport Clube Sobreirense, Associação para o Desenvolvimento do Sobral Fernando, Associação da Casa Nova, Associação Cultural e Recreativa dos Amigos das Giesteiras e Centro Social Cultural e Desportivo Alvitense.
“O sucesso conquistado por este Festival renova os objetivos que estão na base destes eventos gastronómicos: promover o que de melhor temos no território e envolver as associações nesta tarefa, contribuindo para a dinamização das comunidades, fomentando cadeias de valor e abrindo espaço para renovados produtos que se possam traduzir no crescimento da atratividade e potencial económico”, congratula-se João Lobo, presidente da Câmara Municipal.
Este ano o programa contemplou a história local, a tradição, os costumes e a música tradicional portuguesa com três iniciativas integradas no projeto Beira Baixa Cultural: um Atelier de Cultura e Gastronomia e uma encenação histórica, inserida na Rota das Visitas Guiadas e Encenadas e o Festival das Artes da Beira Baixa.
O Ciclo do Pão aconteceu sábado e levou os participantes até à localidade de Póvoa, bem perto de Sobreira Formosa, convidando-os a sentir a experiência rural da apanha das espigas de milho, acompanhados pela encenação do Grupo de Teatro Vaátão, que recriaram alguns episódios que fazem parte das vivências dos locais, interpretando personagens da terra.
Os visitantes participaram ainda na desfolhada, amassaram e cozeram a broa de milho no forno a lenha.
No domingo, a tarde começou com a encenação histórica da Batalha do Alvito, que contou com a participação de gentes de terra como atores, em colaboração com o Grupo de Teatro Vivarte, recriando o frente a frente entre os soldados franceses vindos de Espanha e as tropas portuguesas comandadas pelo Conde Lippe em 1762, cujo choque se deu junto à ribeira do Alvito na zona da Catraia Cimeira, perto do Forte das Batarias I.
O 1º Festival das Artes da Beira Baixa trouxe a este certame a Sociedade Filarmónica Oleirense e os Resineiros, no sábado, o Rancho Folclórico e Etnográfico de Oleiros, o Grupo Etnográfico de Danças e Cantares do Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento de Vila Velha de Ródão e o Grupo de Música Tradicional Portuguesa “Quintarolas”, no domingo.
Além do plangaio e do maranho também marcaram presença, outros produtos da gastronomia local, como as papas de carolo confecionadas por Maria João Barata, bem como o medronho, a castanha, entre outros, nos pratos apresentados pelo Chef Rui Lopes nas sessões de Cozinha ao Vivo.
 
 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: