Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Rodrigo Leão com duas novas datas de “O Aniversário” no Porto e em Lisboa

Rodrigo Leão com duas novas datas de “O Aniversário” no Porto e em Lisboa
José Lagiosa

O músico Rodrigo Leão, a celebrar 25 anos de carreira, acrescentou duas datas extras às apresentações, em novembro, nos coliseus do Porto e de Lisboa, do espetáculo “O Aniversário”, anunciou hoje a sua produtora.

No Coliseu do Porto, a nova data é 07 de novembro, um dia antes da já anunciada, 08 de novembro, e no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, dá um concerto às18h00, no dia 10, para o qual já estava previsto um concerto às 21h30. A outra data de Lisboa é o dia 09 de novembro.

Segundo a promotora, estas datas extras devem-se à “grande procura do público, que praticamente já esgotou as datas anunciadas”.

“O Aniversário”, o concerto, é uma produção “dirigida ao grande público, que percorrerá todo o repertório”, tal como no álbum, “contando com uma formação alargada a dez músicos, que inclui baixo e bateria”, e apresentará, pela primeira vez juntas, em palco, as cantoras Ana Vieira e Selma Uamusse, que regularmente têm gravado com o compositor”, disse à agência Lusa Rodrigo Leão.

“Sinto-me como há 25 anos, a tentar procurar melodias, harmonias, às vezes com grande sofrimento, pois nem sempre aparece a inspiração”, afirmou o compositor.

Aquando do anúncio dos espetáculos, o músico referiu que o “importante trabalho” da equipa de produção e dos músicos com quem trabalha – os músicos de quem se sente mais perto -, e dos amigos, que “são muito importantes para o trabalho final”.

O músico disse à Lusa que tudo o influencia, “as viagens, as idas à Ericeira ou ao Alentejo, mas não há a intencionalidade dessa busca” identitária. “Trabalho de uma forma intuitiva. Às vezes, melodias que me surgem, gravo-as no telemóvel, antes de as trabalhar, só porque me surgiram naquele momento”, disse.

Rodrigo Leão prepara um novo álbum, que estava previsto sair ainda este ano, mas, dada a agenda muito preenchida de concertos e gravações, só sairá em 2019.

Sobre este próximo trabalho, apenas adiantou que há certos temas para os quais imagina “umas vozes sem letra, uma coisa mais de ambiente”, talvez para “um coro de 50 vozes de crianças”. “De há oito meses para cá, tenho já 30 ou 40 ideias, umas mais trabalhadas, outras menos, e algumas estamos a tocar num dos projetos, que se chama ‘O Ensaio’”, rematou.

*Lusa / Foto: JOSE SENA GOULAO

Comentar