22.1 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Junho 18, 2021
No menu items!
InícioDesportoSérgio Conceição admite algumas mudanças frente ao Galatasaray

Sérgio Conceição admite algumas mudanças frente ao Galatasaray

O treinador do FC Porto admitiu ontem “mudar algumas nuances” na sua equipa, devido às ausências de Aboubakar e Soares, na partida frente ao Galatasaray, hoje da segunda jornada do Grupo D da Liga dos Campeões de futebol.
O técnico lamentou a ausência do avançado camaronês, que recentemente se lesionou com gravidade, e do atacante brasileiro, que não foi inscrito para esta fase da competição, mas considerou que as opções do plantel lhe dão “boas garantias”.
“O Aboubakar é uma referência para o nosso ataque, tal com o Soares. Mas não estando eles, estão outros. Não podemos chorar sobre algo que não temos. Tenho de contar com todos os disponíveis, e que são importantes. Poderá mudar uma ou outra nuance do jogo, mas é para isso que um treinador é pago, para trabalhar os jogadores que tem à disposição”, garantiu Sérgio Conceição.
O técnico dos ‘dragões’ lembrou que Marega faz “movimentos diferentes” na frente, e vincou que André Pereira e Adrián López também “são boas opções”.
“Gostava de ter todos aptos, mas tenho jogadores no plantel principal que me dão garantias. Temos, também, um conhecimento grande da equipa B e estou em comunicação com treinador, com Rui Barros, e quando acharmos que um jogador possa ser interessante para fazer parte, fará”, disse Sérgio Conceição.
O treinador do FC Porto quis vincar, na antevisão a este jogo, a união do seu grupo, lembrando a última vitória, frente a Tondela (1-0), e outros momentos de partilha entre o plantel, nomeadamente após a lesão do Aboubakar.
“O contexto emocional da semana foi muito positivo. Tivemos o jogo com o Tondela que se aproximou do que quero, apesar do golo aos 85 minutos. Os jogadores ficaram moralizados, mesmo sabendo que temos de melhorar alguns momentos, nomeadamente na finalização”, disse o treinador. Sérgio Conceição acrescentou ainda que “a festa dos Dragões de Ouro foi bonita, motivo de orgulho”, e deu à equipa uma “moral acima da média”.
“Depois, juntámo-nos todos no momento de dor do Aboubakar. A prova foi ir visitá-lo à meia noite (ao Hospital). O segurança abriu-me a porta e tive de o acordar. Ele ficou um bocado assustado (risos). Se as coisas correrem bem neste jogo, vamos dedicar-lhe a vitória”, completou.
Sobre o adversário turco, Sérgio Conceição falou numa equipa “recheada de valor, com experiência e maturidade”, não acreditando que o Galatasaray se vá intimidar a jogar no Dragão. “É importante ganhar. Vamos jogar contra o primeiro classificado de um grupo muito equilibrado. Temos a responsabilidade de representar o FC Porto e dar uma boa resposta. É importante conquistar os três pontos”, analisou o treinador.
Questionado se a condição de anfitrião confere algum favoritismo à sua equipa, Sérgio Conceição foi pragmático, esperando, sobretudo, o apoio do público. “Hoje em dia, já não se sente esse fator de jogar em casa ou fora, porque as equipas conhecem-se bem. Claro que jogar em casa, com apoio do nosso público, é uma força e motivação extra. O que será essencial é contarmos com presença da ‘maré azul’”, apelou o treinador ‘azul e branco’.
O FC Porto, segundo classificado do Grupo D, com um ponto, recebe quarta-feira, na segunda jornada, os turcos do Galatasaray, primeiros, com três, num jogo agendado para as 20h00, que terá arbitragem do inglês Michael Oliver.
*Lusa / Foto: ESTELA SILVA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: