10.6 C
Castelo Branco
Sábado, Novembro 28, 2020
No menu items!
Início Cultura Dança e ritmos africanos invadiram Praia Fluvial da Aldeia Ruiva

Dança e ritmos africanos invadiram Praia Fluvial da Aldeia Ruiva

A dança e os ritmos africanos invadiram a Praia Fluvial da Aldeia Ruiva, de 5 a 14 de outubro, com o Aldeia Djembe Camp que trouxe ao concelho de Proença-a-Nova cerca de 50 participantes portugueses, alemães, polacos, italianos e espanhóis que aprofundaram os seus conhecimentos em dança e percussão africana em diversos níveis e fizeram do Parque de Campismo a sua casa.
André Soares, da organização, fez um balanço muito positivo do evento, que “este ano contou com novos participantes e tanto eles como aqueles que nos acompanham há mais tempo adoraram o espaço e a comodidade que este oferece”.
O percussionista adiantou ainda que todos adoraram Proença-a-Nova, de fazer os passeios pedestres, de visitar locais do concelho como o Centro Ciência Viva da Floresta e de provar a gastronomia típica, admitindo que “Proença-a-Nova está nos planos para o próximo ano e que a parceria com a Câmara Municipal é para continuar”.
Durante a semana em que estiveram na Aldeia Ruiva, o organizador disse que “houve pessoas da comunidade proencense que, com curiosidade, vieram visitar-nos e nós recebemo-los sempre bem”, explicando que a iniciativa, “mais do que a dança e a percussão, é um encontro intercultural e de partilha entre todos os participantes”.
No dia 13, a comunidade da Aldeia Djembe Camp abriu as portas à população, com a realização de duas aulas abertas de danças africanas e de percussão.
A professora e coreografa de dança africana Marisa Paulo mostrou-se satisfeita com “a grande participação e interesse do público no nosso trabalho”.
No final, houve um espetáculo com as diferentes classes de aprendizagem.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Portugal vence Albânia na pré-qualificação para o Mundial de basquetebol de 2023

A seleção portuguesa de basquetebol venceu hoje a Albânia por 88-70, em encontro da quarta jornada do Grupo A da primeira ronda...

Filmes do Centro de Portugal distinguidos em Cannes

Os filmes “A Vida é Agora” e “Chegou o Tempo” estão entre os finalistas da competição na categoria “Filmes de Turismo”

Luís Faria triunfa no arranque do segundo Maia Open

Vimaranense venceu pela primeira vez no Challenger Tour Procura juntar-se a seis compatriotas no quadro principal

Covid-19: Recuperação em África será lenta e desigual considera a Moody’s

A agência de notação financeira Moody's considerou hoje que a recuperação económica em África será lenta e desigual, com a queda das...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: