Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 15, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

CTT decidem diminuir serviços prestados no Concelho de Vila de Rei

CTT decidem diminuir serviços prestados no Concelho de Vila de Rei
José Lagiosa

O Grupo CTT – Correios de Portugal vai encerrar a sua única estação no Concelho, ficando futuramente a funcionar apenas um posto CTT (com menos serviços disponibilizados ao público em relação à Estação atualmente existente). numa informação tornada pública na reunião ordinária do executivo camarário realizada a 19 de outubro.

Os CTT justificam o encerramento do espaço alegando “pouco movimento e poucos clientes”, da estação que dá resposta a todos os habitantes do Concelho.

A 12 de outubro, o presidente do Município de Vila de Rei, Ricardo Aires, esteve reunido com o diretor dos Postos CTT Norte, Francisco Castelo Branco, onde foi comunicado o Plano de Transformação Operacional da empresa, que prevê o encerramento de diversas estações a nível nacional, entre as quais a de Vila de Rei.

Os CTT não foram, para já, sensíveis aos argumentos apresentados pelo Município sobre a importância da existência da Estação no Concelho e de todas as vantagens que esta assegura à população Vilarregense.

Para além da quebra da relação de confiança construída ao longo dos anos entre a população e a Estação CTT local e dos gastos correntes dos CTT em Vila de Rei se prenderem apenas com as despesas básicas (funcionário, energia, água, consumíveis, etc), o encerramento da Estação para a abertura de um Posto não assegura a quantidade e a qualidade dos serviços prestados, prejudicando fortemente a população mais idosa que ali se desloca com regularidade para aceder aos mais diversos serviços (pagamento de faturas, rebate de vales, serviços financeiros, entre outros).

Apesar da intenção de encerramento da Estação CTT em Vila de Rei, é da competência dos CTT assegurar o Serviço Postal Universal, com qualidade e disponível de forma permanente, visando as necessidades de comunicação, económicas e sociais da população.

Neste sentido, os CTT terão obrigatoriamente de manter o seu serviço no Concelho de Vila de Rei.

Durante a reunião de executivo camarário, Ricardo Aires, afirmou ainda que os CTT chegaram ainda a questionar se a Câmara Municipal poderia assumir este serviço, algo que foi prontamente negado pela Autarquia. “Os CTT são uma empresa privada e não pode ser a Câmara Municipal a assumir o seu serviço. Somos uma entidade pública, prestamos o nosso serviço aos munícipes mas não podemos estar a substituir o trabalho realizado por empresas privadas”.

Ricardo Aires manifestou ainda a sua “preocupação com as dificuldades que serão sentidas pelos mais idosos. Os jovens têm já ferramentas que lhes permitem, com maior ou menor dificuldade, ter acesso a este tipo de serviços. Contudo, a população mais idosa – e num Concelho, tal como a grande maioria do interior do País, bastante marcado pelo envelhecimento da população – vai ter bastantes dificuldades e será muito prejudicada com este encerramento”.

Por fim, o presidente do Município de Vila de Rei afirmou ainda ter já endereçado uma carta ao Primeiro -Ministro e ao Presidente da República, relatando esta situação e manifestando o seu descontentamento. “Ao contrário do que tem vindo a ser veiculado, o investimento, desenvolvimento e potenciamento do interior do País, não existe. Vemos os CTT a fechar, o Gabinete de Inserção Profissional a fechar e, amanhã, será certamente mais alguma coisa a fechar. Assim é impossível potenciar o interior, conforme o Governo diz e faz crer na televisão”.

Com a obrigatoriedade de manter um Posto CTT no Concelho, caso os comerciantes locais não se mostrem disponíveis para receber e assumir este serviço, os CTT – Correios de Portugal terão necessariamente de encontrar uma solução para a manutenção destes serviços em Vila de Rei.

*Foto: Antena Livre

Comentar