Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Novembro 21, 2018

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Engenheiro da Covilhã desenvolve pavimento inovador que reduz velocidade automóvel

Engenheiro da Covilhã desenvolve pavimento inovador que reduz velocidade automóvel
José Lagiosa

startup Pavnext está a desenvolver um pavimento que reduz a velocidade dos veículos ao captar a sua energia cinética, sem ação dos condutores.

A solução inovadora de segurança rodoviária foi a vencedora do Prémio Arrisca C – Plano de Negócio, da anterior edição do concurso Arrisca C, realizado em 2017.

As candidaturas à 10ª edição do Arrisca C, um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação a nível nacional, já estão a decorrer e terminam dia 4 de novembro em www.arrisca-c.pt.

O pavimento proposto pela Pavnext é uma solução pioneira na área da segurança rodoviária, ao permitir a redução da velocidade de circulação automóvel de 50 km/h para 30 km/h em zonas urbanas, sem qualquer ação por parte dos condutores.

Tal é possível através de uma tecnologia que capta a energia cinética dos veículos, transformando-a em eletricidade para iluminação dos próprios locais onde se pretende promover a segurança rodoviária e o abrandamento da velocidade, como na aproximação a passadeiras e junto de escolas, hospitais e zonas residenciais.

«A solução é inovadora por promover uma maior segurança rodoviária de forma autónoma. É totalmente independente da ação dos condutores, ao contrário das lombas ou dos semáforos. A probabilidade de uma fatalidade num atropelamento a 50 km/h é superior a 50%, mas esta é reduzida para menos de 10% se o veículo circular a 30 km/h. Se tivermos em conta o mercado-alvo de municípios europeu com mais de 150 mil habitantes, estimamos que se possam salvar cerca de 20 mil vidas e 1 milhão de feridos graves por ano», explica Francisco Duarte, percursor do projeto, engenheiro eletromecânico e doutorado em Sistemas de Transportes pela Universidade de Coimbra.

O produto proposto pela Pavnext tem uma superfície feita de borracha de pneu reciclado e incorpora uma tecnologia que permite absorver a energia cinética captada na superfície, convertendo-a em energia elétrica sem emissões associadas. Adicionalmente, dispõe de um sensor que monitoriza os dados de tráfego e de energia, fornecendo-os diretamente à entidade gestora da infraestrutura (por exemplo, os municípios) e permitindo otimizar o consumo energético do local e tornar a cidade mais eficiente.

Da Pavnext fazem parte o Francisco Duarte, CEO, o João Champalimaud, CFO e responsável pela parte financeira, e a Sílvia Soares, CCO na liderança da área da Comunicação e Marketing.

10ª edição ARRISCA C – Cerca de 150 mil euros em prémios para os projetos mais inovadores

A assinalar a sua 10ª edição, o Concurso de Ideias e Planos de Negócio – Arrisca C recebe, até dia 4 de novembro, candidaturas para aquele que é um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação nacional.

Com categorias dirigidas a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional, e a jovens do Ensino Superior ou recém-diplomados há menos de cinco anos, provenientes de qualquer instituição de Ensino Superior do País, este concurso já apoiou a criação de mais de 25 empresas.

Uma iniciativa da Universidade de Coimbra e de vários parceiros que no total vai atribuir cerca de 150 mil euros em prémios, que incluem desde valores monetários até à incubação gratuita de empresas, apoio na elaboração e consolidação de planos de negócio, apoio na realização de protótipos e no desenvolvimento de imagem e branding corporativo, passando pelo apoio contabilístico, ou o apoio na elaboração de candidaturas a financiamentos europeus e à internacionalização, entre outros.

Dividido em duas categorias, o concurso Arrisca C visa premiar, por um lado, as melhores Ideias de Negócio ainda em fase de conceção e sem plano de negócio desenvolvido, por outro, os melhores Planos de Negócio que apresentem projeto para a constituição de uma empresa.

Com vista a potenciar e apoiar as políticas de apoio e formação ao empreendedorismo jovem, é na categoria das melhores Ideias de Negócio que o Arrisca C lança ainda o Prémio Ensino Secundário, dirigido a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional.

Com a experiência e o sucesso das edições anteriores, o Arrisca C tem-se revelado um projeto ambicioso.

Ao fim de 10 anos, com cerca de 820.000€ em prémios distribuídos, mais de 700 projetos candidatos, envolvendo mais de 2.000 promotores e mais de 25 empresas criadas, esta iniciativa aumentou a fasquia e transformou esta última edição num marco na propagação de ideias e projetos inovadores.

 

 

 

 

 

 

Comentar