Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Abril 10, 2020

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

IV edição do Concurso Os Nossos Avós Eram Cientistas

IV edição do Concurso Os Nossos Avós Eram Cientistas
José Lagiosa

O Clube UNESCO Ciência, Tradição e Cultura do Instituto Politécnico de Castelo Branco lançou no dia 26 de novembro a IV edição do Concurso “Os Nossos Avós Eram Cientistas”.

Este é um concurso nacional destinado a crianças que frequentam o ensino pré-escolar e o 1.º Ciclo do Ensino Básico, com o objetivo de incentivar o gosto pela ciência e a sua aplicação em técnicas usadas pelos seus avós e bisavós nas suas atividades diárias.

Presente no lançamento do concurso, o presidente do IPCB, António Fernandes, iniciou a sua intervenção com um agradecimento ao presidente da Junta de Freguesia de Castelo Branco, Leopoldo Rodrigues, por se associar a esta iniciativa, e também às docentes responsáveis pelo Clube Unesco do IPCB, Helena Tomás e Margarida Afonso, pelo trabalho desenvolvido ao longo dos anos, que reforça o papel do IPCB e das instituições de ensino superior em geral, “a promoção da cultura, do desenvolvimento social e valorização das tradições e da ciência”.

António Fernandes salientou a importância de trazer os jovens para o caminho da ciência e o contributo que este concurso, que conta já com a participação de escolas de norte a sul do país, poderá dar nesse sentido, “um reflexo e reconhecimento do trabalho feito pelo Clube UNESCO do IPCB”. Acrescentou que o concurso promove no desenvolvimento da região e do país, designadamente ao nível da ciência, da cultura e da valorizando a tradição.

O presidente da Junta de Freguesia de Castelo Branco, Leopoldo Rodrigues, salientou o interesse da Junta de Freguesia em se associar a este concurso, desde o momento em que dele teve conhecimento, por “ser um concurso que evoca nos jovens memórias das tradições dos seus avós”, e ainda pela importância de sensibilizar a população para a ciência, “este é um concurso que apela ao saber fazer, ao conhecimento ancestral que facilita aos jovens a compreensão da ciência”.

Leopoldo Rodrigues reiterou que a Junta de Freguesia dará todo o apoio na concretização e desenvolvimento desta iniciativa, para que esta se venha a tornar num “grande concurso de âmbito nacional”.

As responsáveis do Clube UNESCO do IPCB efetuaram depois a apresentação da IV edição do concurso “Os Nossos Avós Eram Cientistas”, que tem por objetivo “incentivar o gosto pela ciência”, e onde os participantes são desafiados a entregar um trabalho com a apresentação de uma tradição, explicada em termos científicos, acompanhada de uma história original sobre essa mesma tradição.

Helena Tomás e Margarida Afonso explicaram que os trabalhos são avaliados por um júri externo, composto por educadores/ professores e investigadores de ciências, em termos da profundidade e adequação da pesquisa realizada ao nível etário das crianças, da correção científica da explicação, da criatividade da história e ainda no domínio da língua portuguesa, neste caso apenas para os estudantes do 1.º Ciclo do Ensino Básico.

As docentes destacaram ainda o feedback positivo obtido das 3 edições anteriores do concurso, que “permite às crianças conhecer o passado, habilitando-as a projeta-lo de forma mais dinâmica”, salvaguardando a memória coletiva através da preservação da cultura, terminando com citações de 4 participantes em edições anteriores:

  • “Independentemente do resultado final da participação neste concurso, a turma (…) e todos os envolvidos já saíram vencedores do ponto de vista científico, académico e pessoal”.
  • “Ficámos agradavelmente surpreendidos pelas vivências da época e pela forma como a vida decorria. Apesar dos tempos difíceis, consideravam-se pessoas felizes. Viviam de forma saudável e sustentável, com o que a natureza lhes proporcionava”.
  • “Descobrimos de facto, que “Os Nossos Avós Eram Cientistas”, uma vez que eram verdadeiros especialistas no estudo e conhecimento da natureza que os rodeava, com muita criatividade e imaginação”.
  • “(…) é um concurso deveras bem conseguido, aliando a vertente da história, do passado local ao gosto e á descoberta da ciência”.

Comentar