Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Outubro 18, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Novo Diretor da Escola Superior de Tecnologia do IPCB tomou posse

Novo Diretor da Escola Superior de Tecnologia do IPCB tomou posse
José Lagiosa

Fernando Reinaldo Ribeiro foi eleito como diretor da Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco e estará à frente dos destinos da escola durante os próximos quatro anos.

A cerimónia da Tomada de Posse teve lugar no passado dia 26 de novembro no Auditório Principal da ESTCB-IPCB para uma plateia de entidades convidadas, colaboradores docentes, não docentes e alunos da escola.

António Fernandes, presidente do IPCB, agradeceu o trabalho realizado pela anterior direção da ESTCB e desejou os maiores sucessos ao professor Fernando Reinaldo e professor Rogério Dionísio para o exercício do cargo.

De seguida salientou alguns resultados da Escola relacionados com a captação de estudantes e apontou alguns desafios centrados fundamentalmente na melhoria da atratividade da Escola e na necessidade de diferenciação e especialização em algumas áreas de formação onde existe capacidade instalada.

Salientou a o exemplo do Curso Técnico superior Profissional em Comunicações Móveis a funcionar em parceria com uma unidade empresarial assim como o protocolo assinado recentemente no âmbito da “Parceria Competências Digitais +”.

O diretor eleito da Escola Superior de Tecnologia do IPCB iniciou a sua intervenção de forma emotiva e de agradecimento.

Fazendo um agradecimento especial a todo o trabalho efetuado pelo seu antecessor, que acompanhou enquanto seu subdiretor.

Agradeceu a presença de toda a comunidade académica e entidades externas convidadas e a importância da sua presença no ato da sua tomada de posse.

Começou por mencionar a qualidade e o reconhecimento dos cursos da ESTCB, referindo-se ao número de novos alunos, dispersos pelos diferentes graus de formação; à abertura do Curso Técnico Superior Profissional em Comunicações Móveis no Fundão; na acreditação de todas as licenciaturas da escola pela A3ES, no número de docentes com o grau de Doutor (80%), e na taxa de ocupação dos CTeSP’s que é da ordem de 80%.

O novo diretor disse também estar ciente das dificuldades que a escola atravessa “também temos de estar conscientes das nossas debilidades. A procura dos nossos cursos não é igual em todas as áreas. Temos áreas da nossa oferta formativa em que existe uma grande procura por parte de novos estudantes, mas, temos também outras áreas da nossa oferta formativa com dificuldade de captação de novos alunos. Sabemos também que as previsões quanto à evolução demográfica não nos são favoráveis.  E, adicionalmente, todos os nossos cursos de licenciatura exigem como prova de ingresso a Matemática e muitos deles exigem a Matemática e a Física. Isto significa que a procura dos cursos também depende muito dos resultados dos exames nacionais destas provas. E, como é do nosso conhecimento, normalmente estes resultados são bastante baixos. Acresce ainda que as dificuldades financeiras”.

Fernando Reinaldo Ribeiro terminou a sua intervenção, dizendo estar consciente que os próximos anos serão decisivos no reajustamento da estratégia a seguir e que esse reajustamento terá de ser efetuado no contexto atual e com base nas projeções que, de alguma forma, se podem antecipar.

O objetivo é que a ESTCB possa, de forma preparada e adequada, adaptar-se aos desafios que terá de enfrentar.

António Fernandes, presidente do IPCB durante a tomada de posse do novo diretor da EST

Mencionou algumas estratégias essenciais na prossecução dos objetivos que pretende alcançar para a escola, nomeadamente a consolidação da qualidade dos cursos, manter a proximidade entre alunos e docentes de forma a diminuir o abandono escolar, estreitar relações com escolas secundárias e empresas da região, envolvendo as empresas nas atividades da ESTCB, apostar na internacionalização, reforçando-a.

“Queremos uma escola dinâmica onde seja apelativo trabalhar e estudar, uma escola com capacidades empreendedora e de integração. Para isso, precisamos da ajuda e envolvimento de todos. Do IPCB, como instituição, da qual fazemos parte, da Direção e de toda a comunidade da ESTCB à qual peço que contribua com um diálogo construtivo, sentido institucional, rigor e gosto pelo serviço público” terminou.

Luís Correia, presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, salientou a disponibilidade da câmara para o trabalho de parceria com o IPCB e em particular com a ESTCB, referindo alguns exemplos de indústrias locais como o caso do frio, das tecnologias, automóvel, onde importa reforçar a ligação da Escola com a iniciativa empresarial.

Filipe Fidalgo, presidente do Conselho de Representantes da ESTCB-IPCB, felicitou o novo diretor da ESTCB, salientando que as eleições decorreram com normalidade.

Frisou que “no que ao Conselho de Representantes diz respeito, poderá sempre contar com este órgão para o desempenho das funções” e que “seremos também um Conselho atento e interventivo nas suas resoluções”.

Terminou a sua intervenção, manifestando o seu agradecimento ao anterior diretor da escola.

O presidente da Associação de Estudantes iniciou a sua intervenção, manifestando todo o apoio da AE na prossecução dos objetivos da ESTCB-IPCB, congratulando o novo diretor eleito da Escola. Desejou um mandato profícuo e de muito sucesso, agradecendo todo o trabalho desenvolvido pelo diretor cessante.

Tomou também posse Rogério Pais Dionísio como Subdiretor da ESTCB.

 

Comentar