12.2 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Dezembro 3, 2020
No menu items!
Início Nacional Dia Mundial da Luta Contra a Sida assinala-se com apelo ao rastreio

Dia Mundial da Luta Contra a Sida assinala-se com apelo ao rastreio

A associação Abraço apela à realização hoje, Dia Mundial da Luta Contra a Sida, do teste VIH/sida, uma doença que, em três décadas, atingiu quase 58 mil pessoas e matou mais de 14.500 em Portugal.
“Conheça o seu estado” é o lema deste ano do Dia Mundial Contra a Sida, que vai ser assinalado hoje em Portugal com várias iniciativas, como o Baile Vermelho, no Palácio Freixo, no Porto, e a Gala Noite dos Travestis, no Teatro São Luiz, em Lisboa, promovidas pela Abraço.
A Unidade Móvel do Centro do Aconselhamento e Deteção Precoce do VIH/sida do Porto promove, entre as 14h00 e as 21h00, na Avenida dos Aliados, um rastreio para deteção do VIH, de forma anónima e gratuita.
Em declarações à agência Lusa, a vice-presidente da Abraço, Cristina Sousa, salientou a importância de as pessoas conhecerem o seu estado serológico e apelou à realização do teste VIH/sida. “As pessoas que tenham um comportamento de risco, nomeadamente não usar preservativo nas relações sexuais, têm de fazer o teste. É mais importante saber do que não saber, porque estamos a atrasar o problema”, disse Cristina Sousa.
A sida é, atualmente, uma doença crónica, e se a pessoa tiver conhecimento que está infetada “passa a tomar um comprimido todos os dias”, que “não terá grandes efeitos na sua vida, enquanto o não saber acabará inevitavelmente por trazer muitos problemas a nível clínico para a sua situação”, advertiu a vice-presidente da Abraço.
Mais de mil novos casos de infeção por VIH surgiram em Portugal no ano passado, sendo o grupo etário entre os 25 e os 29 anos o que teve taxa mais elevada de novos diagnósticos.
Segundo o relatório “Infeção VIH e sida” relativo a 2017, do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em 2017, houve 1.068 novos diagnósticos de VIH, o que corresponde a uma taxa de 10,4 novos casos por 100 mil habitantes.
Entre os fatores que contribuem para os números de transmissões continuarem expressivos, a Abraço destaca as infeções por VIH não detetadas, as infeções agudas com altas cargas víricas e a presença de outras infeções sexualmente transmissíveis (IST) que podem aumentar o risco de transmissão da doença.
“Hoje em dia viver com o VIH é muito diferente do que foi no passado pois, quando diagnosticado precocemente, os tratamentos são eficazes, os efeitos secundários mais leves e a esperança média de vida é equivalente à da população em geral”, salienta a associação, a propósito do Dia Mundial da Luta Contra a Sida, que comemora 30 anos.
Cristina Sousa lamentou que, mais de 30 anos depois do aparecimento da doença, ainda se continue a assistir a casos de discriminação.
“O heterossexual continua a considerar que é uma infeção de grupos específicos, que é algo que não lhe acontece a ele” e continua a não se proteger, referiu.
“Estamos a falar de pessoas que, se calhar, desconhecem o seu estado serológico há cinco, 10 anos, e que continuam a infetar-se, a não se proteger, e ao fazê-lo também continuam a discriminar (…) é como se houvesse uma capa protetora dos heterossexuais em detrimento dos homossexuais, dos consumidores de droga ou das trabalhadoras do sexo. Como se acreditassem que só essas pessoas podem contrair o vírus”, sublinhou.
No ano passado registaram-se 261 mortes em pessoas com VIH, 134 delas em estádio sida, a fase mais avançada da infeção. A idade mediana à data da morte foi de 52 anos.
*Lusa / Foto: NARENDRA SHRESTHA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Epidemia atingiu o pico em Portugal no dia 25 de novembro

A epidemia de Covid-19 atingiu o pico da sua incidência em Portugal no dia 25 de novembro, verificando-se já uma tendência de descida, disse...

Covid-19: Disponibilidade dos farmacêuticos e das farmácias

VACINA COVID-19 No momento da elaboração do Plano de Vacinação contra a Covid-19, os Farmacêuticos e as Farmácias afirmam publicamente a sua disponibilidade para integrarem...

Rangel lança serviço de grupagem ‘Connecting Africa’

SOLUÇÃO RESPONDE ÀS CONTINGÊNCIAS IMPOSTAS PELA PANDEMIA A Rangel Logistics Solutions (RLS) anunciou recentemente o lançamento do serviço “Connecting Africa”, uma solução que se dedica às importações...

ESCLARECIMENTO: Gabinete do Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital

ESCLARECIMENTO "Ao longo dos últimos dias têm sido sistematicamente veiculadas, nos noticiários de diversos órgãos de comunicação social, afirmações de membros do movimento autointitulado “a pão e...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: