36.7 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Agosto 7, 2020
No menu items!
Início Desporto Pedestrianismo e Solidariedade deram as mãos por Álvaro

Pedestrianismo e Solidariedade deram as mãos por Álvaro

O Clube de Atividades de Ar Livre (CAAL), originário de Lisboa, realizou no passado sábado uma caminhada solidária na Aldeia de Álvaro.
Este projeto tem como objetivo ajudar as populações afetadas pelos incêndios de 2017, mais precisamente na área do turismo de natureza/pedestrianismo.
Depois de iniciar o projeto na Aldeia de Belver (Gavião), o CAAL escolheu Álvaro pela ligação afetiva ao território que se estabeleceu numa visita aos trilhos locais antes do grande incêndio.
Neste regresso, o pequeno-almoço de boas-vindas teve lugar na Gaspalha, de onde o grupo seguiu para a ardida Capela da Srª da Consolação.
Transportados depois para Álvaro, os participantes contaram com uma visita guiada pelo Património desta “Vila de Fé” e ainda passaram pela Loja das Aldeias do Xisto.
O segundo percurso pedestre, de quatro quilómetros, passou pela ponte Romana na Ribeira de Alvélos, e terminou num lanche com vista panorâmica para o Rio Zêzere onde houve oportunidade para adquirir artesanato e produtos locais.

Foi evidente a solidariedade manifestada no Álvaro pelos visitantes do Clube de Atividades de Ar Livre de Lisboa

Nesta ocasião, em nome do CAAL, Paulo Lapão explicou o intuito deste projeto assim como a parceria com o Correio da Manhã de modo a dar a conhecer Álvaro como destino turístico e ajudar assim a revitalizá-lo.
Acrescentou ainda que os locais afetados que felizmente não tiveram vítimas mortais nos incêndios, acabam por ser mais esquecidos pelos meios de comunicação social e é essa tendência que pretendem inverter.
O vereador do Município de Oleiros, Paulo Urbano, agradeceu a visita do CAAL e frisou a importância deste tipo de projeto para o concelho no sentido de revigorar não só o turismo e a economia local, mas também o ânimo das nossas gentes.
Relembrou ainda o trabalho que tem vindo a ser feito no setor do turismo, com 19 mil dormidas registadas em 2017 e com mais de 80 nacionalidades a visitar o concelho. Tudo isso foi abalado pelos incêndios nomeadamente no que diz respeito aos percursos pedestres que arderam em 90%.
O vereador aproveitou ainda para divulgar o conjunto de percursos pedestres interpretativos “Dez Freguesias, Dez Experiências” que continuará em 2019 e para os quais convidou o Clube de Atividades de Ar Livre a estar presente em qualquer uma das datas a anunciar em breve.
 
 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Portugal regista mais três mortos e 290 casos

Portugal regista hoje mais três mortos e 290 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quinta-feira, segundo o boletim diário...

A Valorização da Fileira em Tempos de Pandemia

Queijos da Região Centro Numa altura em que o mundo foi forçado a parar e em que fomos...

Iniciada empreitada de reabilitação do antigo Teatro Clube de Penamacor

Já se iniciaram as obras de reabilitação do antigo Teatro Clube de Penamacor, empreitada que há muito era aguardada com expetativa pela...

Idanha-a-Nova já apoiou 70 operações às cataratas

Saúde Um novo grupo de 12 munícipes do concelho de Idanha-a-Nova realizou durante a semana passada cirurgias gratuitas...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: