11.7 C
Castelo Branco
Terça-feira, Novembro 24, 2020
No menu items!
Início Cultura Nova promotora de concertos por subscrição leva Kamasi Washington a Lisboa e...

Nova promotora de concertos por subscrição leva Kamasi Washington a Lisboa e Porto

Uma nova promotora musical, de nome Gig Club, vai organizar concertos por subscrição, em que os sócios pagam uma subscrição anual que garante prioridade nos eventos organizados, e anunciou hoje os primeiros nomes, incluindo Kamasi Washington.

Embora o pré-registo já esteja aberto, o Gig Club vai estar disponível ‘online’ a partir de quarta-feira, com atividade no Porto e em Lisboa, por enquanto, tendo a intenção de se expandir a Madrid, Barcelona, Londres e Berlim, segundo o comunicado da organização, que quer realizar uma média de um concerto por mês, além de atividades adicionais como festas para escuta de discos em antestreia e concertos em locais secretos, só divulgados em cima da hora.
Em declarações à Lusa, o fundador do Gig Club, João Afonso, explicou que a ideia se formou por, “enquanto melómano”, querer ver concertos de bandas emergentes que não tinham palco onde atuar face à falta de vontade de arriscar por parte de quem programa.
“O problema não é do público, é dos promotores não conseguirem chegar a esse público, e comecei a pensar em como seria criar um canal para promover o concerto de uma banda menos conhecida”, afirmou João Afonso, que refere que o objetivo do projeto é alcançar 4.000 sócios em Lisboa e no Porto, nos primeiros seis meses de vida do Gig Club.
Os subscritores terão de pagar 50 euros por cidade ou 80 euros para acesso a concertos em todas as cidades da rede, neste caso Lisboa e Porto, estando previsto o envolvimento de salas como o Lux, o MusicBox e o Lisboa ao Vivo, na capital, e o Hard Club e o Pérola Negra, no Porto. O preço da subscrição anual garante um bilhete gratuito e descontos nas demais entradas, além de outros privilégios.
“Os concertos normais de agenda vão ser anunciados regularmente, vamos dar primazia aos nossos sócios, só depois sairá cá para fora [para o público em geral] e depois os concertos secretos serão em locais inusitados”, explicou João Afonso.
Os primeiros concertos a anunciar pelo novo projeto são os da canadiana Jessy Lanza (23 e 24 de janeiro, no Porto e em Lisboa, respetivamente), da banda Low Roar (12 e 13 de fevereiro, em Lisboa e Porto) e o regresso a Portugal do saxofonista norte-americano Kamasi Washington (10 e 11 de maio, no Porto e em Lisboa).
Quanto ao universo musical no qual se pretendem mover, João Afonso refere que há “abertura para programar em diversas vertentes”, em particular abrangendo o jazz, eletrónica, a world music e “o chamado indie”.
“Sabemos que estamos a correr alguns riscos, em especial no primeiro ano. [Mas nas] primeiras bandas não estamos a arriscar tanto quanto isso”, referiu o fundador do projeto.
*Lusa / Foto: JUAN HERRERO

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Governo alerta 400 mil empresas para teletrabalho e máscara obrigatórios

O Ministério do Trabalho enviou hoje um e-mail a cerca de 400 mil empresas a alertar para a obrigatoriedade do teletrabalho nos...

Covid-19: Novos casos de infeção em Portugal descem há oito dias

Há oitos dias que o número de novos casos de infeção com o novo coronavirus revela um decréscimo, registando hoje 3.919, um...

DCA Talks: “Infográficos e animações na National Geographic”

Promovidas pela área do Design de Comunicação e Audiovisual da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB, as DCA Talks têm como...

proTEJO e o município de Vila Franca de Xira convidam a cidadania a refletir sobre o controlo e a fiscalização da qualidade da água

O proTEJO – Movimento pelo Tejo e o Município de Vila Franca de Xira convidam os cidadãos e as populações ribeirinhas da...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: