14.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Outubro 21, 2020
No menu items!
Início Nacional Grupos central dos Açores sob aviso laranja devido ao vento forte

Grupos central dos Açores sob aviso laranja devido ao vento forte

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) aumentou hoje, de amarelo para laranja, o aviso de mau tempo no grupo Central dos Açores, devido à previsão de vento forte até às 21:00.
Os grupos Central e Ocidental dos Açores estavam desde manhã sob aviso amarelo, devido à previsão de vento e precipitação fortes, mas o agravamento do estado do tempo justificou que o instituto subisse para laranja o aviso relativo ao vento no grupo Central, enquanto o grupo Ocidental já não está sob qualquer aviso de mau tempo.
Assim, as ilhas das Flores e do Corvo (grupo Ocidental), nos Açores, estiveram sob aviso amarelo entre as 06h42 e as 12h devido à passagem de uma superfície frontal fria, acompanhada de vento e chuva fortes. Para as ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial (grupo Central), o IPMA emitiu o mesmo aviso, a vigorar a partir das 06:42, para a previsão de vento frio e forte, que às 12:45 subiu para laranja, e, a partir das 09:00, para o risco de precipitação e trovoada.
Os avisos para este grupo de ilhas do arquipélago dos Açores vão manter-se ativos durante todo o dia, até à meia-noite
Em Portugal continental, o distrito de Faro foi colocado sob aviso amarelo, mas apenas a partir das 09h de domingo, até às 14h de segunda-feira, neste caso devido à agitação marítima, que o IPMA prevê que se intensifique.
O aviso laranja é o segundo de uma escala de quatro e indica situação meteorológica de risco moderado a elevado. O aviso amarelo, o terceiro da escala, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.
O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda, entre outras medidas, que se mantenham limpos os sistemas de drenagem, bem como os adjacentes às residências e que não se circule sem necessidade. Alerta ainda que, em locais não pavimentados, as águas podem causar erosão dos solos, levando à queda de muros, taludes, postes, entre outros.
*Lusa / Foto: DENNIS M. SABANGAN

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Assinado acordo de cooperação entre a Universidade de Coimbra e a Câmara de Comércio Portugal-China PME

A Universidade de Coimbra, representada pelo Vice-Reitor João Nuno Calvão da Silva, celebrou ontem (terça-feira, 20), na Sala do Senado, um protocolo...

Município de Proença-a-a-Nova adere ao SmartFarmer

Plataforma de comércio online valoriza produtos endógenos O Município de Proença-a-Nova aderiu como parceiro ao SmartFarmer, uma plataforma...

Vacinação contra a Gripe: vacinas grátis para maiores de 65 anos e doentes crónicos no Centro de Saúde de Vila de Rei

Encontra-se já a decorrer a segunda fase da vacinação contra a gripe sazonal, que decorre até ao final do ano, com vacinas...

UCCLA inaugura exposição “Urbanismos de Influência Portuguesa” esta quinta feira

Compreender as nossas cidades e os modelos que influenciaram o seu desenvolvimento são os ingredientes da exposição “Urbanismos de Influência Portuguesa”, que a...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: