5.3 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Dezembro 2, 2020
No menu items!
Início Cultura Edgar Pêra alvo de retrospetiva no Festival de Cinema de Roterdão

Edgar Pêra alvo de retrospetiva no Festival de Cinema de Roterdão

O realizador português Edgar Pêra vai ser alvo de uma retrospetiva na 48.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Roterdão, que decorre na Holanda a partir de dia 23 de janeiro, disse hoje o próprio à agência Lusa.
No âmbito da retrospetiva de Edgar Pêra serão exibidos mais de 20 filmes, incluindo, em estreia internacional, o trabalho mais recente do realizador, “Caminhos Magnétykos”, inspirado na obra de Branquinho da Fonseca, e um cine-concerto com The Legendary Tigerman, estreado em agosto numa sessão de ‘aquecimento’ do Motelx — Festival Internacional de Cinema de Terrror de Lisboa.
“Caminhos Magnétykos” tem como personagem central um francês, Raymond Vachs (interpretado por Dominique Pinon), que se mudou pouco depois do 25 de Abril de 1974 para Lisboa, cidade que 40 anos depois é afetada por uma guerra civil.
Do elenco fazem parte, além de Dominique Pinon, nomes como Albano Jerónimo, Alba Baptista, Iris Cayatte, Paulo Pires, Ney Matogrosso, Manuel João Vieira e Paulo Furtado.
No cine-concerto, com música ao vivo de Randolph Carter e ‘live camera’, filmes e manipulação a cargo de Edgar Pêra, são usados textos do escritor norte-americano H.P. Lovecraft.
Edgar Pêra, de 58 anos, soma mais de três dezenas de filmes, entre documentários e ficções, curtas e longas-metragens, e conta com diversos prémios, como o Pasolini de carreira, atribuído em Paris, em 2006.
“A Cidade de Cassiano”, sobre Cassiano Branco, Grande Prémio do Filme de Arquitetura Festival de Cinema de Bordéus, em 1992, “Manual de Evasão LX94”, rodado para a Lisboa Capital Europeia da Cultura 1994, “Movimentos Perpétuos – Cine-Tributo a Carlos Paredes”, prémio do Público, melhor fotografia e melhor filme, no festival IndieLisboa 2006, são algumas das obras de Edgar Pêra, que começou a trabalhar em cinema na década de 1980.
“O Barão” e “Rio Turvo”, sobre obras de Branquinho da Fonseca, e as produções em 3D “Horror in the Red District (Documental Prologue)”, “Stillness” e “Lisbon Revisited”, esta com textos de Fernando Pessoa, são outras obras de Pêra, assim como “Cinesapiens”, segmento de “3X3D”, feito com Jean-Luc Godard e Peter Greenaway, que encerrou a Semana da Crítica do Festival de Cannes de 2014.
A programação da 48.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Roterdão inclui ainda dois filmes portugueses em competição e a exibição de uma coprodução portuguesa.
“Casa de Vidro”, de Filipe Martins, compete na secção Voices Short e “Anteu”, de João Vladimiro, na Amodo Tiger Short Competition, enquanto “Terril”, de Bronte Stahl, uma coprodução entre Bélgica, Portugal e Hungria, será exibido na Bright Future Short.
A 48.ª edição do festival decorre de 23 de janeiro e a 03 de fevereiro.
*Lusa / Foto: JENS KALAENE

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Portugal vence Albânia e pode assegurar já um dos dois primeiros lugares no grupo

Portugal venceu hoje a Albânia, por 1-0, em jogo do Grupo E da fase de qualificação para o Euro2021 feminino de futebol,...

Pedro Sousa e Gastão Elias marcam encontro na segunda ronda do Maia Open

Dois vencedores portugueses da jornada vão estar frente a frente Antes, esta quarta-feira, estreia-se Frederico Silva

Tóquio2020 vai mesmo acontecer no próximo ano

Os Comités Olímpicos Europeus estão “muito seguros” de que os Jogos Olímpicos de Tóquio2020 vão mesmo realizar-se no próximo ano, mas deverá...

Covid-19: Comissão Europeia transferiu 40 mil ME do SURE a 15 países no último mês

A Comissão Europeia (CE) disponibilizou 40 mil milhões de euros a 15 Estados-membros, no último mês, ao abrigo do programa SURE, para...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: