Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Setembro 19, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

IC31 tem verbas específicas para financiar construção

IC31 tem verbas específicas para financiar construção
José Lagiosa

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, garantiu na segunda feira que o IC31 tem verbas específicas para financiar a sua construção no âmbito do Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030.

“A proposta do Programa Nacional de Investimentos (PNI) que o Governo apresentou tem uma característica bastante clara que, ao contrário do que normalmente acontece, é um programa de investimento a longo prazo, calendarizado e com a identificação das fontes de financiamento necessárias para o fazer. E, portanto, sim, o IC 31 tem verbas especificas preconizadas para financiar a sua construção”, afirmou o governante.

O ministro falava aos jornalistas no final da primeira reunião que os membros do Ministério da Economia fizeram em Castelo Branco, nas instalações da Secretaria de Estado para a Valorização do Interior.

O IC31 é um itinerário complementar planeado para ligar a autoestrada A23 à fronteira espanhola através das termas de Monfortinho e chegou a ser classificado pelo Governo de José Sócrates como uma obra prioritária. Foi mesmo considerado no Plano Regional de Ordenamento do Território como uma via estratégica para a região Centro do país.

O Governo incluiu agora esta rodovia no PNI 2030, no âmbito do programa de Coesão Territorial.

“O Governo apresentou na semana passada o Programa Nacional de Investimentos que, entre outras coisas, propõe a construção do IC31. É um passo importante que corresponde a uma aspiração antiga dos agentes económicos e das pessoas desta região. Nós esperamos que na discussão que agora irá haver sobre o PNI esta proposta do Governo seja também bem acolhida pelos outros atores políticos e empresariais. É uma obra importante que esperamos ver concretizada”, sustentou.

Pedro Siza Vieira adiantou ainda que o PNI, além de conter um conjunto de infraestruturas bem identificadas, contém também um conjunto de hipóteses ao nível das relações transfronteiriças e de ligação regional, que ainda podem vir a ser ajustadas durante o período de execução do plano.

*Lusa / Foto: ANDRÉ KOSTERS

Comentar