11.1 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Abril 21, 2021
No menu items!
Início Regional Idanha-a-Nova certifica qualidade da rede social de apoio do concelho

Idanha-a-Nova certifica qualidade da rede social de apoio do concelho

A Câmara de Idanha-a-Nova está a implementar um processo de gestão para a qualidade em rede das instituições particulares de solidariedade social (IPSS) e misericórdias do concelho, foi na quarta feira anunciado.

Em comunicado enviado à agência Lusa, este município do distrito de Castelo Branco explica que o processo de gestão para a qualidade em rede das IPSS e Misericórdias surge no âmbito do plano de ação da rede social de Idanha-a-Nova.

“O processo envolve um universo de destinatários estimado de 135 dirigentes, 200 elementos integrantes das equipas de trabalho, 35 respostas sociais distribuídas por creche, serviço de apoio domiciliário, centro de dia e estrutura de resposta residencial para idosos, e 530 utentes”, lê-se na nota.

A autarquia adianta que o objetivo deste processo é preparar a certificação para a qualidade dos serviços prestados com 15 IPSS e misericórdias parceiras, adicionando mais uma marca de excelência ao território de Idanha-a-Nova.

“Para cumprir os objetivos, foi definido um cronograma de trabalho conjunto com os parceiros, com a duração de um ano, prevendo a realização de fóruns de partilha e discussão, avaliação e auditação de procedimentos e funcionamento dos serviços de todas as IPSS e Misericórdias envolvidas”, explica.

O município sublinha que, após este processo, o objetivo é que haja o maior número de parceiros em condições para se candidatarem e obterem certificações de qualidade para os serviços prestados.

“A certificação da qualidade que se pretende alcançar visa aumentar a eficácia das instituições aderentes, a credibilização das respostas sociais do concelho, estimular o trabalho em rede e a eficiência coletiva, garantir a sustentabilidade da rede de respostas existente e investir na especialização e diferenciação das respostas para seniores em áreas como as demências, a mobilidade, a terapia ocupacional, entre outras”, sustenta.

Adianta ainda que processo contribui para promover a inovação e a competitividade das IPSS, não só do ponto de vista do desenvolvimento económico-social e emprego qualificado em territórios como Idanha-a-Nova, como da perspetiva da qualidade na prestação de serviços.

*Lusa

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: