6.6 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Dezembro 9, 2021
No menu items!
InícioNacionalGalp distingue projetos de eficiência energética desenvolvidos por alunos universitários

Galp distingue projetos de eficiência energética desenvolvidos por alunos universitários

Programa Galp21 já poupou 15 milhões de euros às empresas

  • Finalistas da Universidade de Aveiro, do Instituto Superior Técnico e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto foram premiados na 12ª edição do programa de cooperação universitária Galp21
  • Projetos desenvolvidos pelos alunos contribuem para promover sistemas sustentáveis de energia e boas práticas de eficiência energética em entidades clientes da Galp
  • Programa já permitiu poupanças potenciais de mais de 15 milhões de euros. Em 2018 os projetos apresentaram soluções que representam uma poupança potencial de 3 milhões de euros/ano

Redução de consumos energéticos numa refinaria de açúcar, integração de painéis fotovoltaicos nas superfícies envidraçadas do edifício de uma unidade hoteleira e otimização energética de uma frota de distribuição de garrafas de gás.

Estes foram alguns dos projetos vencedores na 12ª edição do programa de cooperação universitária Galp21, distinguidos esta quarta-feira numa cerimónia realizada na sede da Galp, em Lisboa.

Ao todo foram premiados nove projetos de alunos da Universidade de Aveiro (UA), do Instituto Superior Técnico (IST) e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Desenvolvidos para as mais diversas áreas de atividade, os projetos tiveram em comum o fio condutor deste programa iniciado pela Galp em 2007: a promoção de sistemas sustentáveis de energia e de boas práticas em matéria de eficiência energética.

Desde que o programa foi lançado, o somatório de poupança potencial gerada por todos os projetos desenvolvidos pelos estudantes universitários superou já os 15 milhões de euros.

Criado para estimular a transferência de conhecimento e inovação entre o mundo empresarial e o mundo académico, o programa de cooperação universitária Galp21 atribui anualmente 21 bolsas de investigação a alunos finalistas da UA, do IST e da FEUP.

Desde 2007 mais de 230 alunos já realizaram estágios e desenvolveram projetos em mais de 220 entidades clientes da Galp, contribuindo para a sustentabilidade dos parceiros de negócio da energética.

O CEO da Galp, Carlos Gomes da Silva, e o professor do IST, António Moreira, entregam o 1.º Prémio do IST à aluna Ana Raquel Gomes

Após a conclusão dos estágios, todos os alunos têm a oportunidade de apresentar os seus trabalhos na Galp, num evento denominado “Elevator Pitch”, onde cada aluno tem 3 minutos para defender as virtudes da sua ideia.

Os três melhores trabalhos de cada uma das três universidades recebem prémios monetários no valor de 2.500€, 1.500€ e 1.000€.

Nas edições já realizadas foram implementados projetos em empresas dos mais variados setores: hotelaria, metalúrgico telecomunicações, transportes, agro-alimentar, engenharia, plástico, vidro e até autarquias.

Só na edição de 2018 do Galp21 foram propostas 69 iniciativas, correspondentes a um investimento por parte das empresas de 5,4 milhões de euros e com uma poupança potencial de quase 3 milhões de euros por ano.

As medidas propostas em 2018 tinham uma poupança energética potencial de 5% e uma redução de emissões de CO2 de 4%. 

Eis a lista os projectos vencedores distinguidos na última quinta-feira.

Instituto Superior Técnico:

  • Ana Raquel Gomes | Estudo técnico-económico da integração de painéis fotovoltaicos no Corinthia Lisboa Hotel
  • Francisco Aparício | Caetano Coatings – A Pegada Carbónica Empresarial
  • Tomás Macedo | Lusosider- Redução do consumo específico de energia térmica numa fábrica de aços planos

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto:

  • Milena Centeno | Planos de Redução de Consumos Energéticos de uma Refinaria de Açúcar
  • Pedro Silva | Santos da Cunha –  Otimização das rotas de distribuição de gás
  • João Souto | Racionalização dos Consumos de Gás Natural na Fábrica do Porto da Nestlé

Universidade de Aveiro:

  • Luís Correia | Pré-Aquecimento de Moldes por Indução Eletromagnética – Crisal
  • Gabriel Esteves | Eficiência energética de sistemas de ar comprimido: Lusiaves -centro de abate e transformação de aves
  • Rui Canha | Otimização Energética da Frota de Distribuição da Gazmondego

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: