Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

BeiraNews | Junho 16, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

IRONMAN português supera média mundial

IRONMAN português supera média mundial
José Lagiosa

Atletas satisfeitos com evento de Cascais

O IRONMAN 70.3 Portugal – Cascais está 3,5% acima da média de satisfação global e a recomendação da prova pelos participantes também supera as estatísticas mundiais em 10%. 

Os números relativos à prova de 2018 foram divulgados pela World Triathlon Corporation e confirmam a solidez da marca IRONMAN em Portugal após duas competições já realizadas.

Os aspetos mais elogiados pelos participantes foram os percursos, as condições de segurança na estrada, os abastecimentos em prova e os brindes aos atletas.

Os expositores parceiros do evento e a beleza de Cascais, a vila anfitriã, foram também argumentos apresentados. Em 2018 a prova portuguesa registou apenas 4%de desistências, o que também está abaixo da média mundial.

Vem aí a terceira e a mais participada edição do IRONMAN 70.3 Portugal – Cascais

A próxima competição está agendada para a vila de Cascais, a 29 de setembro, e vai bater novamente o recorde de inscritos.

Estão previstos 3.000 participantes. Para o Diretor da 3 Iron Sports e Tuga Tri One, organizadores do evento, a participação de equipas é o motor para o crescimento do evento.

“Temos sentido grande procura de inscrições, o que nos deixa muito otimistas com o objetivo de crescimento da marca em Portugal. A chegada do TriClub envolve mais os clubes nacionais nesta competição, dará mais um impulso na modalidade pelo interesse que desperta competir a nível europeu. Todos se querem superar individualmente, mas é mais fácil quando temos os nossos parceiros a lutar pelo mesmo objetivo”, refere Jorge Pereira.

 “Era bonito ter um clube português no pódio em Cascais”, remata.

O programa IRONMAN TriClub é uma competição entre clubes que resulta do somatório de pontos conquistados pelos atletas no circuito.

O TriClub organiza-se em cinco divisões, consoante o número de atletas por equipa, e os três melhores clubes de cada divisão têm acesso ao pódio e direito a prémio.

Para Bruno Pais, atual coordenador da secção de triatlo do Grupo Desportivo Estoril Praia, trata-se de mais um incentivo à participação dos coletivos portugueses.

“Poder competir ao lado de colegas de treino numa prova que também incita ao envolvimento da família é um incentivo para a maioria dos participantes. No final, atleta e equipa sentem orgulho por terminar esta prova de nível internacional”, garante o ex-triatleta olímpico, que no ano passado se despediu das competições precisamente no IRONMAN português e com as cores do Estoril Praia, o conjunto com mais representantes na edição do ano passado.  
A partir deste ano, a participação em coletivo é sinónimo de benefícios e permite inscrever o nome do clube no ranking mundial do TriClub.

A equipa vencedora de cada divisão tem ainda acesso direto à European TriClub Series que coroa a melhor equipa da Europa.

Tal como nas duas edições anteriores do IRONMAN 70.3 Portugal – Cascais, os atletas de palmo e meio também são convidados a integrar o evento através da participação no IRONKIDS, um aquatlo (natação e corrida) para jovens entre os 7 e os 15 anos, com distâncias distintas para as várias faixas etárias.

As inscrições para a edição de 2019, que acontece na véspera da prova principal, a 28 de setembro, já estão abertas e podem ser feitas online em eu.ironman.com/cascais70.3.  

                               

Comentar