Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
       

BeiraNews | Dezembro 6, 2019

Ir para o Topo

Topo

Sem Comentários

Presidente da Câmara visitou instalações de nova unidade de hemodiálise na Sertã

Presidente da Câmara visitou instalações de nova unidade de hemodiálise na Sertã
José Lagiosa

José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã visitou, no passado dia 20 de fevereiro, as instalações da unidade de hemodiálise recentemente edificada na Sertã.

O autarca foi recebido por José Manuel Guillade, presidente da Fundação Renal Portuguesa, que apresentou pormenorizadamente o edifício e esclareceu que a aquela unidade terá capacidade para três turnos diários de tratamentos, podendo fazer no máximo 20 tratamentos simultâneos em cada turno perfazendo, no total, 60 tratamentos diários.

Dado que cada doente necessita de três tratamentos semanais, aquele centro poderá receber até 120 doentes por semana.

Na construção do edifício foram utilizados materiais modernos, com elevado nível de isolamento térmico e acústico, estando dotado com os melhores equipamentos disponíveis no mercado para a realização dos tratamentos e com o máximo conforto possível para os utentes.

A nova unidade vai ser gerida sob a responsabilidade da Fundação Renal Portuguesa

Refira-se que a Fundação Renal Portuguesa ficará responsável pela gestão daquela unidade, construída pelo consórcio Iberodiálise.

Para além da recepção, sala de tratamentos, gabinetes, copa, instalações sanitárias e armazém, entre outros espaços, o edifício contempla salas preparadas para outro tipo de valências (Medicina Dentária, por exemplo).

O centro encontra-se bem localizado, no cimo da vila, num nó rodoviário que facilita o acesso, ao mesmo tempo que assegura a privacidade, estando dotado de um parque de estacionamento com capacidade para o parqueamento dos meios de transporte dos usuários (Insuficientes Renais Crónicos) que se deslocam para o receberem o seu tratamento.

O parque está dotado com carregador para viaturas eléctricas, demonstrando preocupação com a sustentabilidade ambiental.

Para José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, a existência daquela unidade de hemodiálise, vem permitir o acesso aos tratamentos evitando deslocações maiores.

Os doentes que se deslocam habitualmente a Abrantes, Pombal, Coimbra ou Castelo Branco, poderão minimizar o tempo de deslocações e o desconforto inerente, podendo fazer os tratamentos numa unidade nova, mais perto da área de residência.

A unidade possibilitará a criação de 20 a 30 postos de trabalho e iniciará a sua atividade depois de cumpridas fiscalizações de diversas entidades e após a sua introdução na rede do Serviço Nacional de Saúde.

Durante a visita após a inauguração da unidade na Sertã

José Manuel Guillade regozijou-se pelo trabalho realizado pela empresa construtora, referindo tratar-se de um edifício muito bem estruturado e executado com elevada qualidade nos materiais aplicados.

Mostrou-se disponível e interessado em desenvolver futuras parcerias com entidades locais, concretamente, o Município da Sertã.

Aquela unidade estará dotada de uma equipa médica da Fundação Renal Portuguesa que assegurará um tratamento ao nível do que melhor se realiza em Portugal e a nível internacional, assim como uma equipa de enfermagem da FRP devidamente credenciada e com experiência em hemodiálise.

O equipamento é composto por monitores (máquinas) de Hemodiálise (HD) e Hemodiafiltração (HDF), Central de Tratamento de Águas (CTA) de última geração, reputados internacionalmente, e que asseguram não só qualidade e versatilidade, bem como a segurança e fiabilidade na disponibilização da informação dos cuidados prestados.

Estará suportado por um sistema informático único e totalmente integrado, desenvolvido na FRP (Nephro +) que assegura, “online” total tracibilidade dos atos clínicos, fiabilidade no cumprimento da prescrição médica (minimizando qualquer erro humano) e transparência nos procedimentos administrativos, assim como total fiabilidade nos resultados dos cuidados de saúde prestados.

Comentar