18.2 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Julho 26, 2021
No menu items!
InícioCulturaComunidade Intermunicipal da Beira Baixa recebe exposição do pintor José Barata de...

Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa recebe exposição do pintor José Barata de Castilho

O Salão Nobre da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) recebe, até 12 abril, uma exposição de obras do pintor José Barata de Castilho, intitulada “Percurso de Inquietação”.

A anteceder a abertura do evento, houve lugar a um momento musical por uma classe infantil de violino.

A exposição inaugurada hoje, na sede da CIMBB, é composta por um conjunto de quadros que tem como objectivo representar, tanto quanto possível, o conjunto da obra do artista.

Na cerimónia de abertura ao público, Luís Pereira, presidente da CIMBB enalteceu o facto de estar presente, um conjunto de pessoas que não seria habitual, a algum tempo atrás.

Por seu lado o artista agradeceu a “presença de todos e a partilha das obras que compõem esta exposição”.

Os quadros expostos foram escolhidos, por José Barata de Castilho, “como amostra da pintura que fiz desde 1990, que considero o período de maturidade da minha obra. Passou por sete fases a que chamei ciclos”, refere o artista.

A propósito da obra de José Barata de Castilho, o saudoso crítico Mario Antolín Paz, sem ter falado com o artista, escreveu a propósito da exposição do artista em Sevilha: “José Barata de Castilho é um artista de personalidade criativa diferenciada, autor de um trabalho repleto de ressonâncias culturais, em que o popular – entendido como raiz e tradição – serve de suporte para construir sobre a tela um mundo de imagens, ritmos e cores, através do quais expressa a sua inquietude criativa e a sua visão, amarga no fundo, da nossa aparente alegria de viver. Assim como os seus personagens escondem o seu verdadeiro rosto por trás da máscara do carnaval, José Barata oculta-se sob disfarce do seu brilhante jogo cromático para que não descubramos as suas feridas, equilibrando em cada tela a beleza, a liberdade e a intenção”. (texto publicado no Guia  Madrileña de Críticos de Arte, 1998).

Recorde-se que Mario Antolín Paz foi presidente da Associação Madrilena de Críticos de Arte.

Os pequenos artistas na pausa que antecedeu a sua performance

Refira-se que a exposição inaugurada ao final do dia desta segunda feira estará patente até 12 de abril e contou com o apoio logístico da Junta de Freguesia de Castelo Branco.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: